Porto e Região Demarcada do Douro com exposição temporária em Bordéus


Cité du Vin é um museu em Bordéus dirigido pela Fundação para a Cultura e as Civilizações do Vinho. Inaugurado em 2009, é um espaço cultural de nova geração dedicado ao vinho como património universal e vivo que tem convidado anualmente uma área vitícola, região ou país, para apresentar uma exposição temporária nas suas instalações. Depois da Geórgia, com exposição em 2017, este ano o convidado é a mais antiga região demarcada e regulamentada do mundo, a Região Demarcada do Douro (RDD). A organização da exposição “Porto: Douro, l'air de la terre au bord des eaux” é da responsabilidade da Câmara Municipal do Porto com o apoio do Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto, I.P. (IVDP) e da Associação Comercial do Porto.

“O IVDP assumiu um papel ativo na concretização desta iniciativa também dedicada à Região Demarcada do Douro e aos seus vinhos. Através da disponibilização de conteúdos e imagens e de ações de formação para apoio à realização dos ateliers e provas, o Instituto participa na realização da exposição e programação que se desenrola na Cité du Vin, a maior infraestrutura do mundo dedicada ao sector do vinho, com centenas de milhar de visitantes, ao longo de três meses, e que integra diversas atividades, sempre à volta do Douro e do Porto.” Manuel Cabral, Presidente do IVDP.

A Cité du Vin abre esta semana ao público uma exposição original sobre o Douro acompanhada de uma forte programação com o objetivo de dar a conhecer uma região vitivinícola sob o ângulo cultural e civilizacional. São apresentadas as nuances contemporâneas de um património paisagístico que salienta a relação ancestral entre o homem e a natureza através de uma abordagem multidisciplinar. Os comissários da exposição, Nuno Faria, diretor artístico do CIAJG - Centro Internacional das Artes José de Guimarães e Eglantina Monteiro, antropóloga que dirige a Companhia das Culturas em Castro Marim, pretendem exprimir a realidade social e política que se cristaliza entre o Douro vitícola e rural, que produz também vinhos tranquilos, e o Porto, cidade de negócios que dá o nome ao Vinho do Porto. Mais do que uma abordagem didática, a exposição propõe uma experiência multissensorial.

Durante os três meses em que a exposição está patente, haverá visitas, provas e oficinas. A mesa Redonda “Douro: boire le paysage”, a prova comentada de Porto, a Conferência sobre o Alto Douro e o concerto de percussão com barricas são exemplos de formas de expressão que vão dar a descobrir o património vivo do Douro e do Porto.

Programa:
- 5 de outubro às 11h: Visita com os comissários da exposição, Eglantina Monteiro e Nuno Faria.
- 9 de outubro às 19h: “Douro: boire le paysage” Mesa Redonda. Reúnem-se contributos da arqueologia, arquitetura paisagista, genética e enologia para falar sobre o estudo do
solo, do clima, da topografia, biologia e da produção de vinhos. Com: Henrique Pereira dos Santos, paisagista; Pedro Abrunhosa Pereira, arqueólogo; Antero Martins, professor de Genética e Mateus Nicolau de Almeida, produtor de vinho.
- 10 de novembro às 16h: “Qu’est-ce que le vin de Porto?” Projeção: “Porto, le vin du Douro” de Hervé Jouon (2017), couleurs, 26 min. “Histoire, fabrication et commerce des vins de Porto” com Manuel Cabral, presidente do IVDP, Manuel Carvalho, jornalista e João Nicolau de Almeida, enólogo. Moderado por Veronique Lemoine, da Cité du Vin.
- 10 de novembro às 18h: “À chaqu’un son Porto” Prova comentada com João Nicolau de Almeida e Ophélie Neiman.
- 20 de novembro às 19h: “Le paysage culturel du Haut-Douro, patrimoine mondial” Conferência e Prova com Natália Fauvrelle, do Museu do Douro.
- 30 de novembro às 19h30: “O Sol do Porto” Prova
- 5 de dezembro às 19h: “Ramos Pinto, une saga familiale” com Rodrigo Lencastre, diretor exportação da Ramos Pinto.
- 13 de dezembro às 16h30: “Manoel de Oliveira par António Preto”, Conferência, Filmes.
- 14 de dezembro às 10h: “Sons do Douro” Concerto e prova.

- Todos os sábados às 18h: Atelier prova "Porto et les trésors du Douro".
- Todos os dias às 16h00 : Visita à exposição e prova.

Exposição: “Porto: Douro, l'air de la terre au bord des eaux”
5 de outubro de 2018 a 6 de janeiro de 2019 
Todos os dias das 10h às 18h
Fim-de semana e férias escolares das 10h às 19h
Esplanade de Pontac, 134 Quai de Bacalan
33300 Bordéus, França

Mais informação em www.laciteduvin.com

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Tertúlia de Queijos da Fromagerie Portuguesa na Enoteca 17•56

A Adega de Palmela aposta em ativação de marca

Symington Family Estates atribui bolsas de estudos a alunos da UTAD