Moscatel de Setúbal 2015 Casa de Atalaia apresentado no Palmela Wine Jazz


Entre 13 e 15 de julho, o Castelo de Palmela vai acolher a 5.ª edição do Palmela Wine Jazz, que alia a boa música aos melhores vinhos da região. Fins de tarde descontraídos, ao som do jazz, com prova e venda de vinhos pelas 15 adegas presentes, são as propostas deste festival, com entrada livre.

Integrado no programa de dia 14, às 18h30, está, também, o lançamento de uma nova proposta da adega Casa de Atalaia: o Moscatel de Setúbal 2015. Com assinatura do enólogo Luís Silva, este vinho de Denominação de Origem Setúbal é equilibrado e com final doce e prolongado, e acompanha da melhor forma a doçaria tradicional ou o chocolate preto.

A Casa de Atalaia aventura-se a engarrafar, pela primeira vez, o seu Moscatel de Setúbal, procurando dignificar uma região que há mais de 110 anos se dedica a produzir este néctar precioso.

De aroma intenso e inconfundível, com a assinatura do enólogo Luís Silva, este vinho de Denominação de Origem Setúbal assume a cor topázio com reflexos dourados. Na boca, sobressai a flor de laranjeira, a casca de laranja, os frutos secos e o mel.

É um vinho estruturado, equilibrado e com final doce e prolongado, que apresenta um período de guarda superior a 20 anos. Acompanha da melhor forma a doçaria tradicional ou o chocolate preto.

A Casa de Atalaia é o nome recente de uma atividade familiar antiga: a cultura da vinha e do vinho. Após quatro gerações de dedicação à vitivinicultura e à produção de vinho a granel, a marca procura, agora, agregar, dar corpo e expressão a vários projetos, que continuam a ter no vinho o seu epicentro e a sua inspiração. Outros projetos assentam na reabilitação de património familiar: a adega e a casa de habitação que passa a acolher turistas, destinando-se a Turismo de Habitação.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Os 8 melhores cocktails para beber à esplanada este verão

Bubbles Day celebra champagnes e espumantes portugueses

Abelharuco - o vinho alegre e encantador