Casas da Sogevinus distinguidas internacionalmente


No primeiro semestre de 2018, os vinhos das Casas Sogevinus alcançaram um reconhecimento internacional ímpar – 87 medalhas em prestigiados concursos internacionais e 36 grandes pontuações em publicações especializadas de alcance global. Por entre os prémios recebidos em competições avaliadas por jurados de diferentes nacionalidades há 40 distinções ouro e três platina. Contas feitas, liderança reforçada no reconhecimento de qualidade dos Porto Colheita e tawnies com indicação de idade.

Nos Decanter World Wine Awards, um trio de vinhos do Porto alcançou 97 pontos e o respetivo sublinhado platina: Kopke Porto Tawny Colheita 1958, Kopke Porto Tawny Colheita 1978 e Barros Porto Tawny Colheita 1998. O mesmo concurso atribuiu outras três medalhas de ouro a vinhos da Sogevinus.

No IWC - International Wine Challenge, o Burmester Porto Tawny Colheita 1952 recebeu ouro e dois troféus: “Colheita Port Trophy” e “Port Trophy”. Na categoria 10 Anos, o Cálem Porto Tawny 10 Anos distinguiu-se dos demais, ao juntar ao ouro o título “Port 10 Years Old Trophy”.

Já no IWSC - International Wine and Spirits Competion, o Kopke Porto Tawny 40 Anos foi distinguido com o “Port Trophy”, enquanto o Kopke Porto Tawny Colheita 1981 alcançou a fasquia “Gold Outstanding”.

O Cálem Porto Tawny Colheita 1998 combinou a medalha de ouro com a distinção “Best of Show Port” no Mundus Vini Spring Tasting. No Concours Mondial de Bruxelles, o DOC Casa Burmester Reserva tinto 2015 e o Kopke Porto Tawny 10 Anos alcançaram ouro, uma valorização que se repetiu por sete vezes com outros vinhos Sogevinus em mais duas competições Vinalies Internationales e Berlinder Wein Trophy.

A par dos Porto Colheita, tawny e branco, os Porto 10 Anos da Sogevinus alcançaram uma perfomance muito positiva nestas competições, saindo claramente valorizado o perfil que distingue cada Casa do Grupo.


Imprensa britânica e norte-americana


As “Purple Pages” de Jancis Robinson atribuíram pontuações muito altas a duas edições especiais recentemente apresentadas: 19 pontos ao Kopke CNK Very Old Tawny Port, lançado para homenagear o fundador da mais antiga Casa de Vinho do Porto, Cristiano Nicolau Kopke, no ano em que celebra o 380o aniversário; e 18,5 pts. ao Barros 102 Very Old Tawny Port, blend de cinco décadas que encerra a celebração do primeiro centenário da Barros. De referir ainda os 18,5 pts. da provadora Julia Harding ao Burmester Porto Vintage 2016 e os 18 pts. ao Cálem Porto Vintage 2016.


Do Reino Unido realce também para o Kopke Porto Tawny Colheita 1958, eleito “World’s Best Port” pela Drinks Report, bem como para as distinções “Outstanding” que a Decanter atribuiu ao Burmester Porto Tawny 10 Anos e ao Cálem Porto Tawny 20 Anos.

Nos EUA, Mark Squires, o provador de vinhos portugueses para Robert Parker, classificou com 97 pts. o Kopke CNK Very Old Tawny Port e com 95 pts. o Barros 102 Very Old Tawny Port. A Wine Advocate de Robert Parker avaliou ainda com 94 pts. o Kopke Porto Branco 30 Anos e o Burmester Porto Tawny 30 Anos.


A Wine Spectator, tida como a mais influente publicação de vinhos do mundo, destacou com 95 pts. dois tawnies: Kopke Porto Tawny 40 Anos e Cálem Porto Tawny Colheita 1961.


O património de Portos antigos tawnies e brancos da Sogevinus saiu reforçado em notoriedade mediática em diferentes mercados, em paralelo com um crescimento de perceção de qualidade de vinhos LBV e Vintage, incluindo os recém-lançados Vintage 2016. Também os DOC Douro da Kopke e Burmester dão passos sólidos de afirmação na crítica internacional.

Sogevinus Fines Wines detém as insígnias Kopke, Burmester Cálem e Barros. Está presente em 60 países, exporta 60% da produção e produz uma média anual superior a 8 milhões de garrafas (7,05 milhões de Porto e 1,2 milhões DOC Douro). Detém ainda um total de 360 hectares de vinha própria na Região Demarcada do Douro.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Inscrições abertas para o Trilho das Vinhas

Adega Mayor convida a Vindimar

Bye Bye Summer Wine & Beer Party