Alexandre Silva recebe Albert Adrià no LOCO


Há datas imperdíveis, e depois há a de 4 de Agosto, em que todos vamos querer uma mesinha no número 53B na Rua dos Navegantes, na Estrela. É essa a noite em que Alexandre Silva partilhará a cozinha do seu LOCO com Albert Adrià, num momento irrepetível, que 20 pessoas vão poder testemunhar. As reservas abrem hoje!

Em 2017 foram vários os convidados da trupe do LOCO a alojarem-se no restaurante. Dominique Crenn, Diego Guerrero, Daniel Burns e Pedro Pena Bastos foram alguns do ilustres a quem Alexandre Silva abriu a porta, para noites muito singulares. Cozinheiro e equipa tomaram-lhe o gosto… “Decidimos que este ano queríamos fazer só um jantar, mas teria que ser com uma figura que tivesse uma grande influência para mim e para a cozinha mundial”, explica o chef. “Sendo o Albert um criativo por natureza, com um percurso notável, foi uma escolha óbvia”, até porque a correspondência com o adn criativo do LOCO ronda os 100%. As “conversações” arrancaram no início de 2018 e tudo tem sido “muito fácil: o Albert é um profissional muito acessível e prático, o que ajuda muito neste processo”.

E, afinal, o que é que irá ser servido nesta união de criatividade ibérica? A verdade é que o menu ainda está a ser definido. Dando sempre primazia ao que é nacional, Alexandre Silva enviou “uma listagem de produtos que temos em Portugal nesta época do ano” e Albert irá fazer chegar “algumas sugestões do que gostava de fazer por cá”. O resultado será um casamento entre as ideias e a técnica do cozinheiro convidado, o produto português da época e o ambiente criativo, confortável e desconcertante do LOCO.


A fazer as honras da casa, Alexandre Silva não acusa pressão (ainda…) quanto à presença de mais um (no caso serão vários, uma vez que Adrià trará 5 elementos da sua equipa) estranho na sua cozinha: “os jantares do ano passado deram-nos bastante rodagem e trouxeram-nos muito conhecimento útil nesse momento de partilha e criação conjunta”. Menos confortável deixa-o o papel de “cicerone”, pois pretende “mostrar que Portugal e os portugueses têm muito para dar. Quero levá-lo à pesca, ao campo, vamos ter muito para fazer”. Para lá das lides gastronómicas, o cozinheiro vestirá também a pele de embaixador do nosso país e da melhor matéria-prima que produzimos.

Albert Adrià é um dos mais reconhecidos cozinheiros da sua geração. Neste momento integra o ElBarri, um projecto gastronómico composto por seis diferentes restaurantes, todos na mesma zona de Barcelona. Em 2013, a Time considera-o uma das 13 principais figuras no universo da alimentação e da gastronomia, no mesmo ano em que recebe uma Estrela Michelin para o Tickets, e uma outra para o 41º Experience (que acabaria por encerrar no ano seguinte). Em 2014, mais uma Estrela Michelin, desta vez para o Pakta e, em 2015, é a vez do Hoja Santa passar a figurar no Livro Vermelho. No ano passado, foi o Enigma a conquistar a sua primeira Estrela. Em 2015, a revista Restaurant elege-o como melhor Chef Pasteleiro do Mundo e este ano recebeu o Premio nacional de Gastronomia, em Espanha, como Melhor Chef de Cozinha.

O jantar tem o valor de 250€, com bebidas incluídas, inicia às 20h00, e para garantir uma reserva há que correr para o telefone (e ligar para o +351 213 951 861) ou ser rápido a escrever para [email protected]. Boa sorte!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Design Wines - já nasceu a loja do blog

10 Anos de Wine in Azores

Quinta de Paços - tradição e cultura