Barros Edição Especial 102 – Very Old Tawny


A Barros está a lançar no mercado a edição limitada, numerada e exclusiva de um Vinho do Porto Tawny muito especial, que resulta de um blend de vinhos antigos das décadas de 1950, ’60, ’70, ’80 e ’90. Barros Edição Especial 102 – Very Old Tawny completa a trilogia de vinhos da coleção “Um Século de Talento Português”, que pretende celebrar o primeiro centenário da Casa Barros, fundada em 1913.

E são precisamente 1.913 as garrafas disponíveis deste vinho, “de cor âmbar com reflexos esverdeados, aromas de alperce e figos secos, amêndoas tostadas, noz-moscada e avelãs, com especiaria e fumados”.

Carlos Alves, enólogo para Vinhos do Porto da Sogevinus Fine Wines, responsável pelo lote final do vinho, caracteriza-o ainda como “sedoso, elegante e sofisticado, com final profundo que alia frutos secos, caril e uma excelente frescura”.

Os vinhos que estão na origem do Barros Edição Especial 102 – Very Old Tawny permaneceram em pequenos cascos de carvalho, de 300 litros, nos armazéns da Barros, em Vila Nova de Gaia. Depois de criteriosamente selecionados, os cascos 11.080, 11.083, 11.086, 11.133 e 11.134 – representativos das décadas de 1950, ‘60, ‘70, ‘80 e ‘90 – contribuíram para um blend absolutamente inspirador, que não só enaltece o passado da Casa Barros como, sobretudo, sublinha a mestria do lote no Vinho do Porto.


Barros Edição Especial 102 – Very Old Tawny apresenta-se numa distinta garrafa de vidro, que desde logo permite captar a bonita cor do vinho. O rótulo está serigrafado a branco e a ouro, a gargantilha surge estampada a ouro e possui o número da garrafa. Surge envolto numa elegante caixa de madeira maciça (mogno), com berço amovível para poder ser usado como display. A caixa está serigrafada a prata, tem baixo relevo e estampagem a preto do número “102”, tendo marcação a fogo da edição na lateral. O PVP é de 350,00€.

Produtora de Vinhos do Porto, a Barros é uma das empresas que integra o grupo Sogevinus Fines Wines, a par das insígnias Kopke, Burmester e Cálem. A Sogevinus está presente em 60 países, exporta 60% da produção e produz uma média anual superior a 8 milhões de garrafas (7,05 milhões de Porto e 1,2 milhões DOC Douro). Detém ainda um total de 360 hectares de vinhas próprias na Região Demarcada do Douro.


Comentários

Mensagens populares deste blogue

Este sábado descubra os melhores espumantes

AZEVEDO é a nova marca da Sogrape Vinhos

Do mar e da terra para a nova carta do Zazah