Chryseia no TOP 100 da Wine Spectator


Após o Chryseia 2001 e o Chryseia 2011 – que alcançou o terceiro lugar dos melhores do mundo na edição de 2014 da Wine Spectator –, o vinho produzido pela Symington e Bruno Prats volta a figurar no TOP 100 da revista norte-americana, com a colheita de 2014. O Chryseia foi o primeiro vinho tranquilo (não generoso) nacional a integrar esta influente classificação que, anualmente, reúne cem vinhos que os provadores da publicação elegem como os melhores do mundo, entre as dezenas de milhares que o painel de especialistas avalia em cada ano.

O Chryseia nasce das vinhas da Quinta de Roriz no Douro onde a pequena adega da propriedade tem visto nascer, ano após ano, vinhos que rapidamente esgotam no mercado, reunindo o consenso de críticos de vinhos e dos consumidores, tanto nacionais como internacionais, num testemunho aos padrões de qualidade que pautam a parceria das famílias Symington e Prats. Não será então por acaso que o Chryseia já conseguiu estar três vezes incluído nesta classificação anual, um feito ao alcance de muito poucos.

Quinta de Roriz - Douro

A Prats & Symington nasceu em 1999 de uma parceria entre as famílias Prats e Symington. Bruno Prats, produtor de Bordéus e antigo proprietário do Château Cos d’Estournel, e a Symington, família dos maiores proprietários de vinhas no Douro, conjugam as tradições e o conhecimento de duas das maiores regiões de vinho do mundo, aplicando este conhecimento às castas únicas e ao terroir do Douro. Os vinhos Douro DOC produzidos pela Prats & Symington incluem o internacionalmente reconhecido Chryseia, o Post Scriptum e o Prazo de Roriz. A Prats & Symington é proprietária de duas quintas de primeira linha no Douro, a Quinta de Roriz e a Quinta da Perdiz.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Os 8 melhores cocktails para beber à esplanada este verão

Bubbles Day celebra champagnes e espumantes portugueses

Abelharuco - o vinho alegre e encantador