Real Companhia Velha volta a apostar na produção de espumante


Depois de uma longa paragem – desde 2000 –, a Real Companhia Velha volta à produção de espumante. Esta nova aposta restringe-se à produção de espumante topo de gama, com o lançamento de um vinho feito a partir das castas Pinot Noir e Chardonnay, provenientes das excelentes vinhas da Quinta de Cidrô. A primeira edição tem vindo a ser provada por críticos e enófilos, a nível nacional e internacional, e ofeedback tem sido bastante positivo. O crítico João Paulo Martins elegeu-o como um dos melhores espumantes no seu guia ‘Vinhos de Portugal 2014’.

As expectativas são elevadas, redobradas pelo facto de estarmos perante um espumante da colheita de 2011, um ano excepcional que alia elevada complexidade a grande concentração. Se esta primeira edição, confinada a 3.000 garrafas, é lançada com a marca experimental da empresa, ‘Séries”, a próxima promete chegar ao mercado – ainda este ano – já sob a “marca mãe”: ‘Real Companhia Velha’. Com um PVP de €19,90, é um espumante que promete surpreender.

O ‘Séries Espumante Rosé Bruto 2011’ apresenta-se com uma cor levemente rosada. É fresco e aromático, com notas frutadas e muito elegantes, demonstrando intensidade e carácter. Saboroso e delicado, apresenta surpreendentes notas de brioche, que lhe conferem um perfil único para um espumante duriense. Pode ser servido – a 10-12.ºC – como aperitivo, a acompanhar peixes grelhados, leitão, ou, como é mais usual, para brindar em ocasiões especiais.

Recorde-se que a linha de vinhos ‘Séries’ representa a paixão da empresa e da sua jovem equipa técnica em inovar e experimentar... Em procurar novos perfis de vinhos, cada vez mais interessantes. Vinhos estes que são ensaios para explorar diferentes técnicas, castas ou abordagens. Quando bem sucedidos enologicamente são postos à venda e, se resultarem bem comercialmente, passam na colheita seguinte a integrar o portefólio comercial da Companhia.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Um novo patamar de alta gastronomia

Symington sugere cinco presentes

Foz Torto lança novas colheitas