Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2014

Quinta do Pôpa convida para pic-nic com vista rio na encostas do Douro

Imagem
Já alguma vez fez um pic-nic em plena encosta vinhateira e com uma privilegiada vista sobre o rio Douro? Não? Então não perca a oportunidade e aceite a proposta da Quinta do Pôpa, situada nos socalcos de uma das mais belas estradas do mundo, a EN 222, que liga a Régua ao Pinhão. Reserve já, ou até Outubro, o seu cesto de pic-nic e desfrute de uma experiência única, a dois num momento mais romântico, entre amigos ou em família num dia diferente. O local de paragem escolha depois e a gosto!
A Quinta do Pôpa convida a partir à aventura entre vinhas e vinhedos, cantos e recantos; quando encontrar o seu hotspot, estenda a manta e deguste as iguarias que lhe foram preparadas. Se prefere uma refeição à mesa, mas com a mesma paisagem e enquadramento, a Quinta do Pôpa tem a solução: almoce ou jante no terraço ou na sala de provas, sempre sem perder o rio Douro do seu alcance.
A oferta é variada e feita à medida de cada clientes; a partir de € 25,00, com um cesto de pic-nic para duas pessoas. Obr…

Vinhos do Douro e da Beira Interior marcam presença na London Wine Fair

Imagem
De 2 a 4 de Junho, o projecto Douro e Estrela – in Tourism vai promover os vinhos produzidos nas regiões do Douro e da Beira Interior na London Wine Fair, certame internacional onde se reúnem mais de 12 mil profissionais do sector.
Caves Santa Marta, Vinhos Martha, Álvaro Martinho e Vinhos Bom Viver são os produtores que viajam da Região Demarcada do Douro, enquanto que os representantes da Quinta dos Termos, Quinta dos Currais, Adega do Fundão, Quinta da Caldeirinha e dos Vinhos Andrade de Almeida partem da Beira Interior rumo a Londres.

Mil vinhos a concurso no Portugal Wine Trophy

Imagem
O “Berlin Wine Trophy” chega pela primeira vez a Portugal, passando a designar-se "Portugal Wine Trophy". Trata-se de um dos mais importantes concursos de vinhos acreditados a nível mundial com o “patronage” da OIV - Organização Internacional da Vinha e do Vinho. Em Portugal é este ano o único concurso a ter a credibilidade do selo da OIV. Um júri constituído por 50 elementos de diversas nacionalidades e presidido por Fernando Bianchi de Aguiar, presidente honorário da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV), vai avaliar mil vinhos provenientes de diversos países. O concurso acontece já nos dias 29 de maio a 1 de junho, na Quinta da Boeira, em Vila Nova de Gaia, onde está instalada a maior garrafa do mundo. Os três produtores mais bem pontuados e com mais medalhas de ouro vão ser convidados pela Câmara Municipal de Gaia e pelo BOEIRA Portugal in a bottle a participar na feira de vinhos da Coreia do Sul, Feira de Daejeon, estando assegurados um stand, a viagem, e…

Vinhos da Península de Setúbal querem intensificar relações comerciais com a China

Imagem
De olhos postos no emergente mercado chinês, oito produtores da região vitivinícola da Península de Setúbal viajaram esta semana para a China com o objectivo de promover as relações comerciais com importadores, distribuidores e profissionais do sector. Shenzhen, uma das mais importantes e populosas cidades chinesas, foi a primeira paragem dos vinhos lusos, onde decorreu no dia 26 de Maio, uma prova exclusiva dos vinhos da região para mais de 200 profissionais. As acções de promoção continuam em Hong Kong, na VINEXPO – Asia-Pasifc, uma das maiores feiras asiáticas do sector, que decorre entre os dias 27 e 29 de Maio.
Com um peso de 3,6% em valor na balança de exportações de vinho para países terceiros, o mercado chinês representou em 2013, 11 milhões de euros - segundo dados do IVV - posicionando a China entre os 10 mais importantes mercados de países terceiros para os vinhos portugueses. Neste sentido, a Comissão Vitivinícola Regional da Península de Setúbal (CVRPS), elegeu a China, o …

CAAR desenvolve campanha de apoio a crianças e jovens do CADIn

Imagem
A Casa Agrícola Alexandre Relvas (CAAR) vai desenvolver uma campanha, que terá início no Dia Mundial da Criança (1 de junho), para apoiar o CADIn, Centro de Apoio ao Desenvolvimento Infantil, que dá assistência a crianças, adolescentes e adultos com necessidades especiais e às suas famílias.
Durante todo o mês de junho, por cada garrafa comprada de Herdade São Miguel “Colheita Selecionada”, “Escolha dos Enólogos” ou “Reserva”, nos supermercados Continente, estará a contribuir com um 1 euro para a Bolsa Social do CADIn.
Simultaneamente será lançado um passatempo no Facebook da Casa Alexandre Relvas (Herdade São Miguel), onde todos são convidados a brindar a esta causa. Para participar basta enviar a fotografia de um brinde com os vinhos Herdade de São Miguel.
O CADIn surgiu em 2003 com o objetivo de promover a integração na sociedade de pessoas com perturbações do neurodesenvolvimento, independentemente da sua situação socioeconómica. As crianças e jovens de famílias com menores recursos …

Vinhos Portugueses promovidos em Hong Kong

Imagem
58 produtores nacionais participam na Vinexpo em Hong Kong, de 27 a 29 de Maio. Os vinhos portugueses serão promovidos em três stands, com a área total de 269 m2, neste evento internacional de vinhos e bebidas espirituosas mais importante da região Asia – Pacifico, que espera receber mais de 18.000 visitantes profissionais. Este mercado continua a ser prioritário em termos de exportação e existe muito interesse em aumentar o conhecimento e a notoriedade dos vinhos portugueses.
No espaço dos Vinhos de Portugal serão realizadas provas guiadas ao longo dos três dias do evento para promover a degustação dos vinhos portugueses e o conhecimento da autenticidade e diversidade das castas autóctones nacionais. As provas, conduzidas pela Wine Educator da ViniPortugal, Marta Galamba, serão pré-agendadas com grupos de jornalistas e profissionais do sector que demonstrem interesse pelas regiões, marcas ou tipos de vinhos nacionais específicos.
Jorge Monteiro salienta “ Torna-se importante promove…

Vinho do Porto aposta em Barmen profissionais

Imagem
O Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto (IVDP) recebeu ontem, 26 de maio, os 15 finalistas do concurso Barman do Ano 2014, organizado pela INTER| Edições do Gosto. Enquanto parceiro da iniciativa e membro do júri, o Instituto vai, durante dois dias, proporcionar formação aos concorrentes para que possam prestar um serviço perfeito de vinho do Porto e descobrir as potencialidades deste néctar para a elaboração de cocktails inovadores. De acordo com o presidente do IVDP, Manuel de Novaes Cabral, “dar formação em vinho do Porto aos nossos barmen profissionais vai permitir uma maior aproximação ao turismo de qualidade. O objetivo é conferir mais valor e inovação ao serviço de vinho do Porto prestado por estes profissionais. Uma estratégia ainda pouco explorada pela área dos vinhos”, conclui.
Depois de uma visita IVDP no Porto, os participantes seguiram para o Museu do Douro (Régua) onde, entre as 16h00 e as 18h00, decorreu um seminário em que o Instituto falou sobre o vinho do Porto e…

Champanhe e vinhos do Porto e do Douro partilharam ideias e saberes

Imagem
Trocar experiências e conhecimentos sobre técnicas vitivinícolas, partilhar novidades e acompanhar as linhas de investigação e desenvolvimento da Viticultura e da Enologia foram os objetivos do “Seminário de Viticultura e Enologia”, promovido pelo Grupo Pommery, onde se insere a Rozès, e que se realizou no passado dia 16 de maio no Museu do Douro. “Sendo um dos grupos europeus mais importantes na produção de Champanhe e Vinho do Porto, é importante que as estratégias de produção estejam alinhadas e que, periodicamente, se possa ver o que Portugal e França podem fazer para garantir uma contínua evolução e promoção dos vinhos do grupo junto do consumidor”, afirma António Saraiva, presidente da Rozès.
Conservação e valorização da diversidade das castas autóctones portuguesas, a biodiversidade, a avaliação e a análise do regime hídrico das videiras nas regiões meridionais do Douro e os avanços já realizados pela Rozès nesta área, e as novas abordagens nas fermentações e na propagação das l…

ViniPortugal e CVR do Dão celebram protocolo de cooperação

Imagem
Numa clara iniciativa de articulação e complementaridade nos esforços de promoção externa dos Vinhos de Portugal a CVR do Dão e a ViniPortugal assinaram um Protocolo de Cooperação no passado dia 19.
Este Protocolo, o primeiro entre uma CVR e a ViniPortugal visa, por um lado criar um incentivo à participação dos produtores da região do Dão em acções da ViniPortugal, os quais passarão estar presentes num espaço DÃO, devidamente individualizado e identificado. Igualmente o Dão verá uma maior presença dos seus vinhos nas acções desenvolvidas no âmbito da Academia de Vinhos de Portugal.
A CVR do Dão através deste protocolo apoiará os produtores do Dão na participação dos eventos organizados pela VINIPORTUGAL nos mercados onde esta opera e que sejam considerados prioritários e adequados aos interesses específicos da Região Demarcada, através do co-financiamento dos custos de inscrição nestes eventos, com exclusão dos custos com viagens, estada e alimentação. Na participação em eventos inte…

Os vinhos da Copa

Imagem
Cinco vitórias, cinco vinhos do Porto para recordar. Vai ser assim a prova de vinhos do Porto Colheita e Vintage dos anos em que o Brasil foi campeão do mundial de futebol. A história, sabores e aromas de vinhos do Porto de 1958, 1962, 1970, 1994 e 2002 vão ser conhecidos ao detalhe na prova “O vinho do Porto e as Copas do Brasil: as safras das vitórias” promovida pelo Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto (IVDP) e orientada pelo grande especialista brasileiro em vinho do Porto, Guilherme Rodrigues. A prova decorre no dia 24 de maio, pelas 18h30, no Palácio de São Clemente, residência do Cônsul-geral de Portugal no Rio de Janeiro. Acontece no âmbito da iniciativa no Brasil do jornal Público e do jornal O Globo intitulada “Vinhos de Portugal no Rio”, de 23 a 25 de maio em parceria com a ViniPortugal.
O vinho do Porto é protagonista de mais duas provas, orientadas pelo crítico do Público, Manuel Carvalho. “Introdução ao Douro e ao Vinho do Porto”decorre nos dias 23 e 25, às 18h00 e às…

Herdade do Vau recomendada no The Guardian

Imagem
A Herdade do Vau teve direito a destaque no último artigo do The Guardian travel section. Num artigo que fala da riqueza e qualidade gastronómica do Alentejo, a Herdade do Vau aparece recomendada pelas suas vinhas e como um dos melhores locais para explorar todo o sul do Alentejo.

A Herdade do Vau é constituída por um conjunto de edifícios do final do sec XIX e início do sec XX, tendo sido recuperados, preservando a arquitetura tradicional alentejana. A propriedade dispõe de 11 quartos duplos, várias salas, uma pequena biblioteca, sala de provas de vinho com uma vista magnífica, piscina e amplos espaços exteriores que permitem vários tipos de eventos.
A Herdade do Vau disponibiliza um conjunto variado e alargado de atividades: provas de vinhos e visitas às vinhas; birdwatching, caminhadas, workshops gastronómicos e atividades mais radicais como passeios de balão de ar quente, BTT e descidas do Rio guadiana.
É um espaço com uma biodiversidade extraordinária, junto ao Parque Natural do Gua…

Will Creative cria montra premium para a Porto Ferreira na GN Cellar (com vídeo)

Imagem
Um barco rabelo que desce o rio com barris de vinho do Porto, um brinde com dois cálices e viticultores em ação nos socalcos do Douro, fazem mexer a montra da garrafeira GN Cellar, no centro de Lisboa. Quem passa pode observar uma sinergia de movimentos que conta uma história de séculos, a história do vinho do Porto, com a marca Ferreira como protagonista. A intervenção criativa é da Will Creative Consulting que, numa apresentação inovadora, leva um pouco da alma do Douro para o coração da baixa lisboeta, cruzando de forma natural modernidade e tradição. A montra, que se mantém até ao fim de junho, é uma proposta para a redescoberta do vinho do Porto, apostando nas potencialidades do design para dar visibilidade ao vinho que é embaixador de Portugal no mundo.

Preservando a essência da marca Porto Ferreira, a Will Creative Consulting transforma a montra da GN Cellar num espaço que desperta em quem passa na rua a vontade de interagir e entrar. Esta intervenção pioneira no setor dos vinho…

Programa europeu Discover the Origin promove no Reino Unido Vinhos do Douro e do Porto

Imagem
Na continuidade das ações de sensibilização para a proteção da Denominação de Origem e de promoção dos vinhos do Douro e do Porto no Reino Unido, o Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto (IVDP) apresenta-se em Londres a cerca de 30 jornalistas. O Instituto vai fazer parte de uma ação no âmbito do programa europeu Discover The Origin que, durante um cruzeiro em Londres no rio Tamisa ao pôr-do-sol, apresenta a jornalistas de Gastronomia, Vinho e Lifestyle cinco produtos chave europeus no Reino Unido: Vinhos do Douro e do Porto, Vinhos da Borgonha, Presunto de Parma e o Queijo Parmigiano-Regianno. A iniciativa que integra um conjunto alargado de provas e harmonizações, acontece no dia 20 de maio às 18 horas.O Reino Unido é o segundo maior mercado de exportação de vinho do Porto, em volume de negócios, com uma quota de 15,9 por cento.
“O mercado do Reino Unido cresceu em 2013 pela segunda vez consecutiva e estas ações são um trunfo importante como contributo para manter a continuidade …

Setúbal à Prova - Provas comentadas, mercado e cozinha ao vivo

Imagem
Setúbal sublinha nos próximos dias o argumento de um dos destinos enogastronómicos de referência no país. O evento “SETÚBAL À PROVA”, que será realizado entre os próximos dias 23 a 25, na Escola de Hotelaria e Turismo de Setúbal (EHTS), promete combinar o melhor de dois mundos, vinho e gastronomia.
O programa, detalhado no sítio www.setubalaprova.com , contará degustações e provas comentadas de vinho, sessões decozinha ao vivo com chefes convidados e ainda um mercado, onde os visitantes poderão provar e adquirir várias dezenas de produtos – arroz, compotas, flor de sal, mel, queijos e tortas de Azeitão, vinhos, entre outros.
Do lado dos vinhos realce para a presença de vários produtores da Península de Setúbal, uma das mais emblemáticas regiões demarcadas, particularmente reconhecida pela qualidade de um dos grandes vinhos generosos do nosso país, o Moscatel de Setúbal.
Os sommeliers Rodolfo Tristão e Manuel Moreira vão ainda orientar um conjunto de provas comentadas e conversas sobre vi…

Viborel é oficial supplier do Rock in Rio

Imagem
A Viborel SA associa-se ao Rock in Rio-Lisboa 2014 como Oficial Supplier e nos dias 25, 29, 30 e 31 de maio e 1 de junho dá mais cor e sabor ao maior festival de música do Mundo.
No ano em que a distribuidora de bebidas comemora o seu 30º aniversário de existência, está presente noRock in Rio com marcas tão emblemáticas como Bacalhôa, champanhe Laurent-Perrier, Cachaça 51, Gin Hayman’s e Adega de Favaios, para celebrar momentos memoráveis, com marcas que simbolizam muitos momentos de alegria.
Segundo Pedro Rocha, marketing manager da Viborel “num mundo empresarial cada vez mais complexo, competitivo e restritivo, celebrar 30 anos de existência é notável. O percurso foi, recheado de altos e baixos. O que nunca mudou, foram a vontade de vencer, a ideia de melhorar constantemente, construindo marcas e fidelizando consumidores”, acrescentando que, “a política de marketing da empresa contemplou este ano o Rock in Rio sobretudo porque o Favaíto e a Cachaça 51 atingiram já um estádio de prefer…

Parlamento quer reforçar a denominação de origem própria do vinho verde alvarinho

Imagem
A Assembleia da República aprovou dois projetos de resolução que recomendam ao Governo que garanta que apenas os vinhos produzidos em Monção e Melgaço podem usar o nome Alvarinho.
Uma decisão saudada pela Adega Cooperativa Regional de Monção que tem vindo a alertar para a necessidade de proteger a denominação perante vinhos que utilizam casta Alvarinho produzida noutras regiões e que não têm as mesmas características que o vinho Alvarinho da sub-região de Monção e Melgaço.
A casta Alvarinho é a mais nobre das castas portuguesas e produz um vinho monocasta de elevada qualidade. A sub-região de Monção e Melgaço foi criada em 1908, integrada na Região do Vinho Verde, mas a casta Alvarinho existe em Portugal há mais de 700 anos.
Armando Fontinhas, Presidente da Adega Cooperativa Regional de Monção afirma: “O vinho Alvarinho produzido em Monção e Melgaço é reconhecido como um dos melhores do mundo e tudo deve ser feito para proteger e preservar este património. Os projetos aprovados no Parlam…

Cidades Europeias do Vinho unidas na promoção do vinho e do enoturismo

Imagem
Palmela, o primeiro município a ostentar o título de Cidade Europeia do Vinho, em 2012, irá celebrar um Protocolo de Cooperação com as cidades que lhe sucederam: Marsala (Itália - 2013) e Jerez de la Frontera (Espanha - 2014). Este protocolo, aprovado, por unanimidade, na reunião pública de 7 de maio, integra, também, a RECEVIN, Rede Europeia de Cidades do Vinho, que dinamizará a cooperação entre estas e as futuras Cidades Europeias do Vinho.
Esta estratégia comum de promoção económica e turística dos territórios será concretizada através da promoção de intercâmbios no campo do enoturismo, do incentivo a projetos de financiamento para a melhoria da competitividade e atratividade, do incremento de iniciativas que promovam os parceiros enquanto destinos enoturísticos, da organização de eventos culturais e outros, associados à cultura do vinho, bem como da partilha de informação e ações de marketing enoturístico.
A assinatura do protocolo decorrerá no dia 12 de maio, em Jerez de la Fronter…

Real Companhia Velha volta a apostar na produção de espumante

Imagem
Depois de uma longa paragem – desde 2000 –, a Real Companhia Velha volta à produção de espumante. Esta nova aposta restringe-se à produção de espumante topo de gama, com o lançamento de um vinho feito a partir das castas Pinot Noir e Chardonnay, provenientes das excelentes vinhas da Quinta de Cidrô. A primeira edição tem vindo a ser provada por críticos e enófilos, a nível nacional e internacional, e ofeedback tem sido bastante positivo. O crítico João Paulo Martins elegeu-o como um dos melhores espumantes no seu guia ‘Vinhos de Portugal 2014’.
As expectativas são elevadas, redobradas pelo facto de estarmos perante um espumante da colheita de 2011, um ano excepcional que alia elevada complexidade a grande concentração. Se esta primeira edição, confinada a 3.000 garrafas, é lançada com a marca experimental da empresa, ‘Séries”, a próxima promete chegar ao mercado – ainda este ano – já sob a “marca mãe”: ‘Real Companhia Velha’. Com um PVP de €19,90, é um espumante que promete surpreender…

Empor Spirits representa Companhia dos Vinhos do Douro (CVD)

Imagem
A Empor Spirits, empresa portuguesa de representação e importação de bebidas alcoólicas, aumenta o seu leque de ofertas com a representação das referências da Companhia dos Vinhos do Douro. 
“Esta parceria vem de encontro aos objectivos da Empor para 2014. Pretendemos aumentar a nossa oferta com referências nacionais de relevo. Os vinhos da CVD garantem a qualidade e o prestígio que desejamos no nosso portfólio”, refere Caetano Beirão da Veiga, CEO da Empor Spirits.

Grão Vasco com nova imagem

Imagem
Na nova imagem, o vinho conta uma história com mais de 50 anos. Um vinho que conserva memórias de outros tempos, a tradição e a herança transmitidas ao longo de décadas. Com rótulos clássicos e predominantemente brancos, são as cores secundárias que distinguem o vinho: a cor vermelha para o vinho Tinto e a cor verde para o vinho Branco. Grão Vasco nasceu em 1958, com a Sogrape Vinhos de Portugal.
A modernização da adega na Quinta dos Carvalhais, em 1990, uniu a tradição ao progresso. O resultado foi uma mudança no panorama vitivinícola do Dão. Em 2014 Grão Vasco regressa às origens. Com uma cápsula dourada inspirada no quadro “S.Pedro”, a obra prima de Vasco Fernandes e símbolo da marca.
O tipo de letra reinterpreta de forma contemporânea os primeiros logótipos da marca, originários do Dão. Com esta nova imagem, Grão Vasco pretende manter o seu estatuto como um dos vinhos mais consumidos em Portugal, continuando a produzir um vinho de qualidade para os verdadeiros apreciadores de sabore…

19ª Mostra de Vinhos de Marateca e Poceirão

Imagem
Entre 9 e 11 de maio, a localidade de Fernando Pó é palco da 19ª Mostra de Vinhos de Marateca e Poceirão e da Feira de Vinhos do Concelho de Palmela, numa organização da Comissão da Mostra e da Associação Cultural e Recreativa de Fernando Pó, com o patrocínio da Câmara Municipal de Palmela.
Ao longo do fim de semana, 29 tintos, em representação de 29 adegas de Poceirão e Marateca, estarão disponíveis para prova pelo público e serão analisados pela Câmara de Provadores da Comissão Vitivinícola Regional da Península de Setúbal, que selecionará os 10 Melhores Vinhos do Ano, a revelar no final de domingo. O tinto é rei no certame, mas o público terá, também, à sua disposição uma gama de 13 brancos destas duas freguesias.
A par da Mostra, o recinto acolherá a Feira de Vinhos do Concelho de Palmela, com a participação de 12 empresas, onde será possível adquirir alguns dos melhores vinhos produzidos na região e contactar de perto com os produtores. À lista de motivos para uma visita a Fernando…

Adega Mayor lança Vinho Siza

Imagem
A Adega Mayor reforça a sua ligação ao universo das artes ao lançar uma edição exclusiva de 2.500 garrafas em homenagem ao arquitecto Siza Vieira: o vinho Siza.
Foi da mão do prestigiado arquitecto Siza Vieira que, em 2007, surgiu a Adega Mayor. Agora, a primeira adega de autor em Portugal, retribui o gesto e lança um vinho inspirado no traço do arquitecto. Siza é uma homenagem à arte de fazer o vinho. Um monocasta, 100% Alicante Bouschet, intenso, de cor granada profunda com o aroma complexo e concentrado da casta, sugere notas de pimenta, fumado e chocolate.
Na boca é denso e rico, com taninos vincados, maduros e perfeitamente integrados no conjunto. Termina de uma forma longa e persistente onde se confirmam e acentuam as notas de café e chocolate negro. Um vinho inédito e surpreendente, com boas perspetivas de evolução.
Na mesa, revela-se um excelente complemento para pratos de carne vermelha bem condimentados, borrego ou cabrito assados, pratos de caça ou mesmo doces conventuais e qu…