Brand Proposition - como destacar-se na "multidão"


A tradição familiar, a referência  a práticas ambientais, a origem, entre outras formas de posicionamento, são trunfos que os produtores costumam utilizar para comunicarem com os seus clientes e obterem vantagens num mercado "inundado" de marcas. Na realidade, num sector como o dos vinhos, este tipo de posicionamento e de promessas, revelam-se apesar de tudo, insuficientes, tal é o nível de concorrência.

Para posicionarmos uma marca, ou para que o produtor ganhe alguma relevância, em termos de notoriedade, ele terá que perceber que o vinho que está a vender e a forma como o vende, além da forma como o avalia, será sempre diferente da forma como o consumidor irá percepcioná-lo. Neste mercado há quem defenda, que a marca só se impõe ao fim de algum tempo em "contacto" com o consumidor, mas na realidade o que acontece é que o consumidor, perante uma oferta massiva de vinhos, terá um contacto superficial e limitado no tempo, com a marca. Apesar do vinho poder ter uma qualidade extraordinária, com pontuações altas, pormenores como o design e imagem da garrafa/embalagem, poderão ser realmente decisivos. A escolha faz-se muitas vezes ao nível do inconsciente, em que os benefícios percebidos pelo consumidor serão determinantes na sua escolha, além dos factores emocionais.

É aqui que entra um dos aspectos fundamentais para que o consumidor compre determinado vinho, e que tem a ver com a "brand proposition" que mais não é do que a promessa, ou o conjunto de promessas que a marca oferece e que deve beneficiar o consumidor. Se a tradição familiar, a origem, os factores racionais, que advêm da qualidade dos vinhos, da quantidade de prémios, do modo de produção não forem suficientes (e não o serão concerteza), deverá construir-se a promessa da marca, de acordo com factores emocionais + racionais, projectando no consumidor as vantagens e benefícios com que será premiado, ao optar por determinado vinho/produtor. 

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Um novo patamar de alta gastronomia

Symington sugere cinco presentes

Foz Torto lança novas colheitas