Americanos celebram Dia do Vinho do Porto



Celebrar o Dia do Vinho do Porto, a ter lugar no próximo dia 27 de Janeiro. A ação parte do Center for Wine Origins, em Washington DC, fundado pelo IVDP e pela região de Champagne, e tem como objetivo encorajar a celebração do genuíno e único vinho que provém da distinta Região Demarcada do Douro, Portugal, apelando aos consumidores americanos que participem no festejo e sejam alertados para a necessidade de proteger a denominação de origem "Porto".

Os consumidores podem participar e juntar-se ao Dia do Vinho do Porto, online, através de várias redes sociais como blogs, twitter, facebook, partilhando opiniões e sugestões acerca do vinho do Porto. Podem, ainda, participar em diversas atividades que se irão desenvolver em várias cidades dos Estados Unidos da América. Os interessados podem registar-se e estar a par das novidades em http://bit.ly/vUenZr.

Em simultâneo com esta celebração do Dia do Vinho do Porto, o Center for Wine Origins lançou um concurso para encorajar os consumidores americanos a fotografar os seus vinhos do Porto favoritos. "O IVDP apoia esta iniciativa de celebração do vinho do Porto nos EUA. É o país no qual estamos a promover um intenso trabalho de proteção das denominações de origem, cujos consumidores começam a estar sensibilizados para a importância da proveniência dos vinhos", adianta o Presidente do IVDP, Manuel de Novaes Cabral.

Esta iniciativa vem reforçar o trabalho de proteção da denominação de origem Porto que o IVDP tem vindo a desenvolver através do Center for Wine Origins e que começa a influenciar os americanos. Um estudo recente indica que os consumidores americanos estão preocupados com os plágios e com a defesa da denominação de origem. Esta foi a principal conclusão de um inquérito realizado online, junto de 1000 consumidores de vinho americanos que compram, no mínimo, três garrafas por mês. Cerca de 79% dos inquiridos consideram que a região de onde é proveniente o vinho é um importante fator no momento da compra; 75% reconhece que deixaria de comprar determinado vinho que dissesse que era de determinada região de origem (como Porto) e que, afinal, não o fosse; 84% defende que a região de origem é de extrema importância para a qualidade do vinho; 96% dos americanos inquiridos diz que os consumidores devem saber a localização das vinhas; 98% defende que se devem estabelecer parâmetros mundiais que atestem, de facto, a localização das uvas e dos vinhos.

O Center for Wine Origins foi formado em Agosto de 2005, em Washington DC. É um centro de informação e divulgação das Denominação de Origem em risco de cópia nos EUA que promove a informação e educação do consumidor sobre as origens de um vinho (o que lhe permitirá uma escolha mais apoiada e a defesa contra potenciais fraudes), advogando práticas de rotulagem claras e inequívocas que ajudem o consumidor na hora de escolher um vinho.


Comentários

Mensagens populares deste blogue

Essência do Vinho assinala 15 anos

13 medalhas para vinhos portugueses exclusivos do Lidl

As Mesas Bohemias estão de volta