Mensagens

A mostrar mensagens de Novembro, 2011

Jornalistas e Importadores russos visitam região do Dão

Imagem
De 5 a 9 de dezembro, uma comitiva de jornalistas e importadores russos visitará a Região Demarcada do Dão, estabelecendo contacto direto com mais de uma dezena de produtores. É a primeira vez que a Comissão Vitivinícola Regional (CVR) do Dão convida imprensa e operadores económicos da Rússia, uma iniciativa agora justificada pelo interesse crescente que o mercado russo vai assumindo no contexto internacional das importações de vinho.
Ao longo de cinco dias, os russos conhecerão e provarão vinhos da Adega Cooperativa de Mangualde, Caves Aliança, Casa de Mouraz, Dão Sul/Global Wines, Munda, Quinta da Fata, Quinta de Lemos, Quinta dos Roques, Quinta da Nespereira, Caves Arcos do Rei, Quinta do Perdigão e UDACA.
As ações de promoção da CVR Dão em mercados externos têm levado os vinhos do Dão até aos destinos referenciados como alvos preferenciais de exportação – Angola e Brasil são alguns desses exemplos -, mas têm igualmente trazido à região jornalistas e operadores económicos de país…

Prova única de vinhos do Porto antigos no Adegga Wine Market

Imagem
No próximo dia 1 de Dezembro, o Teatro Aberto, em Lisboa, será palco do III Adegga Wine Market. O destaque desta edição recai sobre os vinhos do Porto antigos, nunca antes colocados à prova, e que estarão disponíveis para degustação na Sala Premium do evento. O Adegga Wine Market tem como conceito base “Taste&Buy”, dando ao visitante a oportunidade de provar o que de melhor se produz em Portugal e adquirir os vinhos a preços competitivos.   A sala Premium será o centro de todas as atenções do evento. As expectativas são altas, sobretudo, para o Ferreira Porto Vintage – de 148 anos – e para o Vintage de 1970 da Graham’s. Entre os Colheitas será possível provar um Graham’s de 1969 e comparar dois fantásticos Colheita 1976 – Niepoort e Poças. Estará ainda em prova um Tawny de 20 anos de Villar d’Allen e uma supresa da Durham-Agrellos. Não passa ainda despercebida a prova vertical do Niepoort Robustus da década 90, néctares nunca antes lançados no mercado, e os primeiros a serem produz…

Imbondeiro - "A árvore da vida"

Imagem
O vinho Imbondeironasceu de uma empresa ligada há muito às praticas do campo e da agricultura onde a geração mais recente se lançou na criação de uma marca destinada ao mercado do continente africano e às pessoas com ligações a África. É isso que justifica o nome: Imbondeiro - "A árvore da vida", para o povo de Moçambique principalmente. 


O Imbondeiro é conhecido como a árvore da vida, porque no seu interior chegam a estar armazenados 120.000 litros de água. Em certas zonas de Moçambique o tronco desta árvore é escavado por carpinteiros para servir como cisterna comunitária.


Um vinho que nasce de uma história, de uma cultura e que se dirige principalmente ao mercado africano. Lettering dourado, sob fundo preto, com a marca bem evidente a ocupar a totalidade do rótulo, não faltando o símbolo da árvore Imbondeiro. Um vinho de carácter emotivo, cuja mensagem potencia o seu sucesso, principalmente nos mercados africanos.


A Sabores Gourmet( www.saboresgourmet.pt) é empresa que distr…

Five Rows - um icewine intimista

Imagem
Um Icewine com o rótulo preso por elásticos. Uma forma de transmitir espontaniedade, proximidade, um toque tradicional que prende o consumidor a um vinho que originalmente lançou a ínfima quantidade de 24 garrafas. O responsável pela imagem deste Five Rows tratou de lhe dar esta singularidade e comunicar este vinho de forma sui generis . De acordo com o designer o facto de se tratar de um vinho que é produzido em quantidades muito limitadas, cria uma ponte emocional muito mais forte com o consumidor, do que os vinhos para as massas. Um vinho íntimo, comunicado de forma íntima.

Design: Insite Design

Fonte (e fotos): Lovely Package

100 Hectares - uma marca recente no Douro

Imagem
Esta marca 100 Hectares é uma marca recente que surgiu no mercado em 2009, conseguindo no 1º ano de produção a “ousadia” de fazer um reserva branco, um tinto extraordinario e um grande reserva cuja produção foi vendida exclusivamente a um restaurante de Vila Real. É um projecto feito com paixão por gente apaixonada pelo Douro e pela excelência.


Curioso neste projecto é a escolha da fonte tipográfica principal, nada usual, e que acaba por despertar a atenção do consumidor. A disposição dos elementos gráficos e das cores parece acertada, através do uso de tons acinzentados e pretos, bem integrados com o conjunto. 


A Sabores Gourmet( www.saboresgourmet.pt ) é a empresa que distribui em exclusivo este produto.

Snake Blood - evocar a tradição dos vinhos vietnamitas

Imagem
Snake Blood é um projecto que invoca a tradição vietnamita, que consiste em produzir vinho através da infusão do veneno das cobras, o que se considera ser revigorante para o organismo. Mais informações podem-se obter neste artigo. Comparando com os verdadeiros snake wines que podem ser vistos aqui, percebe-se que a ideia acaba por ser bem conseguida, uma vez que através da introdução de uma imagem perfeita da cobra, estabelece-se de forma acertada a ponte entre a tradição e a modernidade deste conceito.

Também neste, neste e neste post, e ainda neste, havíamos falado sobre outros rótulos que utilizam animais como figura central da imagem, bem como em algumas explicações sobre o porquê da sua utilização e as emoções que despertam nos consumidores.

Design by: Sasha Ermolenko

Fonte: Student Showcase

Re-Wine Classic - transporte seguro e ecológico

Imagem
O transporte de garrafas de vinho é sempre uma tarefa algo delicada devido ao perigo de quebra. Hoje apresentamos um acessório que além de útil, prima pela sua elegância e pelo impacto visual muito positivo. O Re-Wine Classic foi elaborado através de um material biodegradável e ecológico, e permite transportar as garrafas de forma segura, possibilitando igualmente um encaixe noutros dispositivos semelhantes, o que aumenta o número de unidades passíveis de serem transportadas. É também uma óptima solução como embalagem de oferta.

Já neste post e neste tínhamos falado de opções inovadoras para o transporte de vinhos.

Design by: Miniwiz

Fonte (e fotos): Packaging of the World

Escola Essência do Vinho by TEKA inicia cursos de cozinha

Imagem
Preparar uma receita em 30 minutosum jantar romântico, ir às compras com o chefe e cozinhar com os produtos de cada estação, colocar pais e filhos à volta dos tachos ou  antecipar receitas de Natal são apenas alguns desafios que a Escola Essência do Vinhoby Teka lança aos mais experimentados… e também aos simples curiosos pelo universo da cozinha.
Em Lisboa, no showroom da Teka, no Parque das Nações, e no Porto, no Edifício EV, na zona histórica da cidade, todos poderão aprender dicas e truques culinários lado a lado com conceituados chefes de cozinha: Justa Nobre, Giorgio Damásio, Igor Martinho, Dalila e Renato Cunha, Luis Américo, Nuno Diniz, Nuno Inverneiro, Paulo Morais, Pedro Lemos e a Nutrir. Esta equipa de formadores vai ensinar a preparar diferentes receitas que, no final, poderão ser degustadas pelos participantes nos respetivos locais ou simplesmente levadas para casa.
Tivemos toda uma geração que quase se divorciou da cozinha. Com estes cursos queremos recuperar parte d…

Gargantilhas - um acessório para abrilhantar

Imagem
As gargantilhas para as garrafas de vinho são adereços que podem ser utilizados para fins puramente comerciais, como tínhamos visto neste post, mas também podem servir para abrilhantar uma pequena festa, através de um design leve, com temas engraçados. Os exemplos que agora mostramos podem ser encontrados aqui, com a vantagem de poderem ser imprimidos e recortados livremente. Uma ideia muito feliz !

Os vinhos do Douro e Porto e a moda de Fátima de Lopes

Imagem
São os melhores exemplos da produção nacional, com cartas dadas em todo o mundo, que agora se associam, num evento único. Aos reconhecidos, aquém e além fronteiras, vinhos do Douro e Porto, junta-se a moda da não menos internacional estilista Fátima Lopes, para dois dias de provas, palestras e sessões de cozinha ao vinho harmonizadas com muita moda. É o Porto e Douro Wine Show, promovido pelo Instituto dos Vinhos do Douro e Porto (IVDP), que no fim de semana de 26 e 27 de novembro, no Convento do Beato, vai juntar, entre outros, produtores da Região Demarcada do Douro, manequins, chefes de cozinha e especialistas da área em redor de novos conceitos e novas formas de apreciar os vinhos do Douro e Porto. Cativar novos públicos e reconquistar os portugueses, designadamente os lisboetas, são os grandes objetivos.


Fonte: Mediana

Forefront - a importância da proveniência

Imagem
Curioso neste vinho é o facto de fornecer informação ao consumidor, em forma de percentagem, sobre a proveniência das uvas que dão corpo a este Pinot Noir. A ideia central é dar ao consumidor a sensação que este "mix" de locais, pelas suas características algo diferenciadas, resultam num vinho completo.

Mais informações em www.forefrontwines.com/

Botany Creek - leveza com álcool reduzido

Imagem
Se para muitos a aversão ao vinho justifica-se pelo seu grau alcoólico elevado ou porque um pequeno excesso pode ter consequências maléficas, quer em termos de saúde quer perante a lei, começam a aparecer nos mercados vinhos que apostam na sua leveza, na sua componente aromática. O Botany Creek é um vinho que se dá bem no mercado do Reino Unido, e que está categorizado nos vinhos leves. Ideal para consumidores que valorizam a componente aromática em detrimento do álcool, e que bebem descontraidamente a várias alturas do dia. "Fresh Crisp White" no branco, "Soft Delicate Rosé" no rosé e "Full Fruty Red" no tinto, são os slogans utilizados para convencer os consumidores.

Mais um sinal de que o segmento dos vinhos leves, pouco alcoólicos, começa a ser encarado seriamente como  uma oportunidade real de negócio nos mercados internacionais, e que está em franco crescimento.

Há cerca de 3 anos dava-mos conta neste blog de um produtor português que lançou um vinh…

Rótulos com infográficos

Imagem
O vinho australiano Between Five Bells faz uso da infografia nos seus rótulos, como forma de passar informação de qualidade e em quantidade para o consumidor, de modo a transmitir todo o processo produtivo do vinho, bem como as características do mesmo, de forma altamente minuciosa. Trata-se de rótulos nada convencionais, e que se destinam particularmente a consumidores que valorizem ao máximo a obtenção de informação sobre determinado vinho.

Se alguns vinhos que já aqui abordámos, como este e este, simplificam ao máximo a imagem e a informação que pretendem comunicar, este Between Five Bells poderia ser acusado de excesso de informação, não fosse o facto de esta característica lhe dar claramente uma imagem diferenciadora e credível. Dá a garantia ao consumidor de uma compra de acordo com os parâmetros pretendidos, ao mesmo tempo que demonstra total transparência para o seu público.

Design by: Nicholas Feltron
Fonte: Adweek

O comboio de Napa Valley

Imagem
Algo que desconhecia mas que é sem dúvida bastante interessante, ainda para mais quando se fala recorrentemente  no desmantelamento que está a ser feito das vias férreas no nosso país. O exemplo do Napa Valley Wine Train é a prova de que os recursos quando bem aproveitados, podem potenciar fortemente o turismo e as actividades que lhe estão adjacentes.


"O Napa Valley Wine Train oferece uma relaxante viagem de três horas ao longo das trinta e seis milhas da viagem de ida e volta entre a cidade histórica de Napa, através de um dos vales de vinho mais famosos do mundo, e a fantástica vila de St. Helena e depois regressando ao ponto de partida.

Os visitantes a bordo do Wine Train desfrutam da opção de um almoço ou jantar preparado na hora enquanto admiram os vinhedos e as vinícolas de um dos antigos vagões de lounge e cabine-leito de 1915-1917 ou do vagão Vista Dome de 1952 que foram cuidadosamente restaurados." (excerto retirado do site) Mais informações em http://winetrain.com/

WIZ Interactive desenvolve a primeira activação digital da Sogrape Vinhos no Canadá

Imagem
A agência criativa de marketing e comunicação digital WIZ Interactive (WIZ) foi responsável pela primeira activação digital de marca do universo Sogrape Vinhos no ponto de venda canadiano. Esta acção surge no seguimento do vinho do Porto ‘Sandeman Vau Vintage 2000’ ter sido classificado com 90/100 pontos pela revista Wine Spectator.
A WIZ teve a seu cargo a criação do QR Code e o desenvolvimento do microsite associado à acção, quer a nível da identidade gráfica, quer no que à definição de conteúdos diz respeito, tendo como objectivo influenciar o processo de compra in loco.
Quando o consumidor “lê” o QR Code disponível nas gargantilhas colocadas nas garrafas de ‘Sandeman Vau Vintage 2000’, através desmartphones e/ou tablets, abre-se automaticamente o sitemobile da marca, no qual se podem encontrar informações sobre a distinção da Wine Spectator, detalhes sobre o produto e restante gama.
Esta é uma forma eficaz de ajudar as marcas a vender os seus produtos, na medida em que se trata d…

Two Eights - a numerologia ligada às crenças

Imagem
E eis que voltamos à numerologia. E eis que voltamos ao número 8. Depois de aqui, termos referido um vinho nacional, cujo desígnio anda à volta do número 8, e depois de neste post termos dado a conhecer um vinho que evidenciava o número 7, o vinho Two Eights (88) reforça a ideia de que os números podem dar uma força adicional à imagem de uma marca. Quando, aliado à numerologia existe uma história que justifica a adopção desta designação, o vinho acaba por ser ainda mais credível. Neste caso o vinho Two Eights, que tem forte implementação no mercado chinês, invoca Longevidade, Prosperidade e Simplicidade.

Esta marca é pertença de uma empresa sediada em Honk Kong, a Taimin Holdings, mas é produzido na Austrália, Nova Zelândia e em alguns países europeus.

Bloody Good - porque nem todos querem ser bonitos

Imagem
Construir uma imagem atractiva que convença os consumidores é por vezes um processo complexo que exige disciplina e criatividade. No entanto, se para muitos a busca da perfeição é o caminho certo, alguns, talvez poucos, preferem seguir uma via inversa, a de uma imagem aparentemente imperfeita, descuidada, feia.


Esta foi a opção seguida por um grupo de estudantes, que criaram o projecto Bloody Good, que consiste em direccionar este vinho para um público específico, nada preocupado com imagens cuidadas ou informações detalhadas sobre os vinhos. A desmistificação de que o vinho é um produto complexo e dirigido apenas a um público conhecedor, constituiu uma das grandes motivações para este trabalho.
Fonte: Trend Hunter

Vinhos Barros com imagem renovada

Imagem
Os vinhos Barros apresentam nova imagem que tem como objectivo reflectir o posicionamento actual da marca, centrado numa imagem epicurista e moderna. Associada a valores como o património, a história e a dinâmica de inovação, a marca surge com uma imagem renovada, ao nível da campanha de comunicação, logótipo e rótulo.

A campanha Barros pretende celebrar a "Portugalidade", numa abordagem aos ícones nacionais. A campanha apresenta como imagem a silhueta feminina, onde se encontram os elementos tipicamente portugueses como a guitarra portuguesa, a caravela e as uvas.

Esta campanha é da responsabilidade da agência Opal e tem como assinatura "Talento português".

Como explica a directora de marketing da Sogevinus, Joana Gonçalves: "O restyling da gama de Vinhos do Porto Barros surge da necessidade de modernizar a linha de comunicação desta marca portuguesa centenária. Como tal, a nova identidade gráfica assume uma imagem mais leve e contemporânea, mas mantém o car…

Bomb wines - explosão de mensagens e cores

Imagem
O 1º vinho lançado pelo projecto norte-americano Bomb Wines, cujo design ficou a cargo do conceituado artista nova-iorquino Borbay. O objectivo foi criar uma  identidade visual baseada na explosão de cores e expressões, que caracterizam a sociedade actual, e que de certa forma façam jus à marca "BOMB".

A forma como as mensagens aparecem dispostas, remetem para o modo como os jornais comunicam, sendo utilizadas expressões fortes, complexas e coloridas que facilmente atraem a atenção do consumidor.