BOAS NOTÍCIAS - Bruxelas volta atrás nos rosés


A Comissão Europeia voltou atrás na decisão de permitir a mistura de vinhos tintos e brancos para a produção de vinhos rosés. Mariann Fischer Boel, comissário para a Agricultura e Desenvolvimento Rural, afirmou recentemente que a proposta para banir as leis que não possibilitavam a produção de vinhos rosés através da mistura de vinhos tintos e brancos, inicialmente anunciada em 2008, não será adoptada, após consulta da produção.

“Tornou-se claro ao longo das últimas semanas que a maioria do sector vitivinícola acredita que ao acabar com lei que não permitia a mistura poderia prejudicar a imagem do tradicional rosé”, admitiu Fischer Boel. “Estou sempre preparada para ouvir bons argumentos e é por isso que estou a efectuar esta alteração”.

Alguns organizações profissionais do sector do vinho estavam contra esta alteração na lei, sendo que a a decisão inicial foi efectuada para tentar aproximar os produtores europeus às práticas aprovadas pela Organização Internacional da Vinha e Vinho (OIV) que permite aos produtores não comunitários a exportar vinhos rosé produzidos a partir de mistura.

No caso de esta medida avançar, seriam necessárias alterações e novos standards no que diz respeito aos rótulos, criando duas designações distintas para os vinhos rosés. Isto levaria a que os produtores fossem obrigados a referir nos rótulos se os vinhos era “rosés tradicionais” ou “rosés de mistura”.

in "hipersuper"

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Essência do Vinho assinala 15 anos

13 medalhas para vinhos portugueses exclusivos do Lidl

O lado místico da Tapada das Lebres de Arraiolos