ViniPortugal quer reforçar presença no triângulo Hong Kong/Macau/China


As exportações de vinhos portugueses para o triângulo Hong Kong/Macau/China estão a crescer, mas a ViniPortugal quer reforçar a presença dos produtos nacionais na região, disse à Agência Lusa Márcio Ferreira.

“Estamos a registar crescimentos significativos e importantes para o sector vitivinícola português, mas é necessário continuar a trabalhar estes mercados com presenças assíduas dos produtores no contacto directo com os operadores do sector da hotelaria e com os importadores locais”, explicou Márcio Ferreira, que lidera uma delegação da ViniPortugal numa deslocação a Hong Kong.

Márcio Ferreira referiu que, apesar de ser ainda um mercado pequeno, com 120.000 litros de vinho vendido em 2008, as exportações portuguesas para Hong Kong aumentaram 26% em volume naquele ano e 44% em valor para um total de 1,3 milhões de dólares.

“Estamos a trabalhar e vamos obtendo alguns resultados e nesta terceira visita a Hong Kong verificamos que há um interesse crescente pelos vinhos portugueses”, disse.

Depois de um seminário com os operadores da cidade, uma prova de vinhos num restaurante chinês onde a gastronomia da região “casou” com o vinho português, Márcio Ferreira acredita que já há negócios fechados nesta visita, mas diz que os produtores “não costumam revelar a sua concretização”.

“Estes seminários e estas provas de vinhos servem para abrir canais de comunicação e relações com profissionais, com o objectivo final de exportar vinhos para estes locais”, afirmou.

“Em 2008 e só para o continente chinês, as marcas portuguesas venderam mais de um milhão de litros. Portugal já integra a lista dos dez primeiros países de origem do vinho aqui consumido e vamos continuar a trabalhar o mercado para aumentar as exportações”, disse.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Essência do Vinho assinala 15 anos

13 medalhas para vinhos portugueses exclusivos do Lidl

As Mesas Bohemias estão de volta