Foster´s corta 37 marcas


A Foster´s anunciou que irá manter o seu negócio de vinho principal, mas irá reduzir os negócios de vinhos e cervejas australianas. A companhia prevê, assim, que o plano custará 60 milhões de dólares australianos (cerca de 30,5 milhões de euros), mas que poupará mais de 100 milhões de dólares australianos por ano a partir de 2010.

Esta decisão foi anunciada na apresentação de resultados, concluindo a companhia que era necessária uma revisão do negócio de vinho que não estava a ter a performance pretendida.

Assim, a Foster´s anunciou a venda de 36 vinhas na Austrália e Califórnia que cobrem cerca de 5.000 hectares, com um valor estimado de 243 milhões de dólares australianos (cerca de 123 milhões de euros).

A companhia anunciou, também, que irá vender ou terminar com 37 marcas que actualmente geram 60 milhões de dólares australianos em vendas e que valem aproximadamente 53 milhões de dólares australianos.

Mas não é só no portfólio que a Foster´s irá mexer. Scott Weiss, que liderou as operações vínicas da companhia nos EUA, após a aquisição da Southcorp em 2005, é uma das “vítimas” destas remodelações, anunciando a companhia que irá nomear novos responsáveis para os mercados dos EUA e Austrália, mas que na Europa, Médio Oriente e África, Peter Jackson manterá o cargo.

“A performance do nosso negócio de vinho não foi satisfatória”, admitiu David Crawford, presidente da Foster´s, adiantando ainda que “em parte, este foi um produto de pobre execução nos EUA”.

in "hipersuper"

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Um novo patamar de alta gastronomia

Symington sugere cinco presentes

Foz Torto lança novas colheitas