Reino Unido prefere brancos, rosés e espumantes


As vendas de vinho espumantes deverão crescer cerca de 20% nos próximos três, enquanto os tintos deverão sofrer uma diminuição de 5%, revela um estudo efectuado pela International Wine %Spirits Record para a Vinexpo.

O estudo refere ainda que as vendas de vinhos rosés aumentarão quase 50% e os brancos 7% até 2012.

Quanto ao volume, o consumo de vinho no Reino Unido deverá aumentar 6,87%, de 145,1 milhões de caixas, em 2008, para 155 milhões de caixas em 2012.

No que diz respeito ao valor, o estudo admite que estas crescem 7,25%, salientando ainda que o Reino Unido deverá manter-se como maior importador de vinho do mundo. O consumo de vinho no país, entre 2003 e 2007, aumentou 12%, estimando-se quem 2012, totalize 143,9 milhões de caixas, um incremento de 5,9%.

Embora as estimativas apontem para uma diminuição do consumo de vinho tinto em 4,57% entre 2008 e 2012 (de 60 para 57,2 milhões de caixas), os rosés deverão aumentar 50%, correspondendo um crescimento de 12,5 para 18,45 milhões de caixas. Nos brancos, o estudo refere que o consumo deverá aumentar 7,7%, ou seja, de 63,7 para 68,6 milhões de caixas.

O estudo salienta ainda que a Itália tornar-se-á no maior consumidor de vinho per capita com 56,4 litros, ultrapassando a França. Já em termos de volume, a liderança pertencerá aos EUA em 2012, com 313,8 milhões de caixas.

Globalmente, aponta o estudo, o consumo de vinho deverá aumentar 6%, para as 2,8 mil milhões de caixas em 2012.

in "hipersuper"

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Um novo patamar de alta gastronomia

Symington sugere cinco presentes

Lavradores de Feitoria sugere ‘Quinta da Costa das Aguaneiras tinto 2014’