Herdade do Esporão aposta no Douro e compra Quinta das Murças


A empresa Herdade do Esporão adquiriu a Quinta das Murças, propriedade de 150 hectares localizada em Cima Corgo (3,2 km ao longo das margens norte do Rio Douro), informa a empresa alentejana em comunicado.

Com esta operação, a Finagra prossegue a sua estratégia de alargamento e diversificação regional do portefólio. De acordo com o Diário Económico, que cita João Roquette, CEO da Herdade, a nova unidade de produção deverá representar 20% da facturação e 50% dos lucros em 2016, resultado do incremento na capacidade produtiva até um milhão de litros. Nos próximos anos, o grupo deverá investir 1,5 milhões de euros na reestruturação da vinha e plantação de novos vinhedos, e um milhão de euros na construção de uma nova adega, escreve o diário. O modelo de negócio pressupõe a produção premium (tanto de vinhos de mesa como de Vinho do Porto), a venda do azeite produzido, e a aposta no enoturismo.

João Roquette revela que se pretende “replicar, no Douro, toda a experiência e know-how adquiridos no Alentejo”, rentabilizando o “enorme potencial vitivinícola” de uma marca (Vinho do Porto) eminentemente exportadora. Escusa-se a revelar o valor do negócio ou a confirmar uma eventual vontade de expansão para outras Denominações de Origem. Mas assegura que a marca “Esporão” não será estendida à produção vinícola da Quinta das Murças.

A área da Quinta reparte-se entre vinhas de diferentes idades e exposições (60 hectares), 6000 pés de oliveiras orgânicas, um laranjal e 30 hectares de mata. O espaço compreende ainda um lagar tradicional de azeite, outros lagares de granito destinados à pisa a pé e à fermentação, uma adega, cubas de armazenagem, tonéis reservados para o Vinho do Porto, barricas de carvalho para os vinhos DOC, uma cave de estágio subterrânea e um laboratório.

Os vinhos Herdade do Esporão são vendidos em mais de 50 países, incluindo Portugal. Representam 90% da facturação do grupo, contra os 8% do azeite e os 2% do turismo. Prevê-se que as exportações representem um terço do volume de negócios (40 milhões de euros) no actual exercício.

in "hipersuper"

Comentários

Mensagens populares deste blogue

13 medalhas para vinhos portugueses exclusivos do Lidl

Celebrar o Dia do Pai com Johnnie Walker Blue Label

Quinta D’Amares apresenta o primeiro espumante