"Fita Azul" com nova imagem


Celebration (Seco, Meio Seco e Doce), Attitude, Exclusive, Intense, Passion e Woman. São estas as novas apostas da Sociedade dos Vinhos Borges (SVB) para o mercado dos Espumantes da marca “Fita Azul”.

Na apresentação oficial dos novos néctares e da respectiva nova imagem, Pedro Guerreiro, director de marketing da SVB, referiu que “o projecto passa pela aproximação e identificação do consumidor ao universo dos espumantes”. Assim, fundamental para o sucesso deste projecto foi, de acordo com o responsável, “perceber o consumidor”. Para tal, a SVB contou com a ajuda da MyBrand, tendo a consultora realizado um estudo, com o objectivo de saber e perceber o que o consumidor quer e exige de um espumante.

“Na sua essência, o estudo concluiu que o consumidor procura, fundamentalmente qualidade e um espumante para diferentes momentos de consumo, existindo vários perfis de consumidor”.
Ora, se a qualidade é palavra-chave em qualquer produto, o estudo encomendado pela Sociedade dos Vinhos Borges verificou que, além da qualidade, o consumidor também exige sabor e preço, enquanto o intermediário requer value for Money, imagem/marketing e sabor.
“Com o objectivo de responder às novas exigências do mercado, procurando chegar mais perto do consumidor”, a SVB decidiu de uma única marca - Fita Azul - disponibilizar seis novas sub-marcas, “cada uma com um estilo e identidade próprias, adequadas a cada pessoa e a cada momento”.

Produzido desde 1934, a imagem do Fita Azul não mudara muito ao longo do tempo, admitindo os responsáveis da empresa que “a inovação era uma continuidade da imagem anterior. Ora, o mercado mudou muito desde 1934 e esta mudança é de absoluta ruptura”, salientou Pedro Guerreiro.
Os principais desafios colocados à SVB passam agora por potenciar os activos actuais, optimizar a imagem de marca, sendo que o principal passa por diferenciar um produto através da construção de uma gama inovadora.
Sendo que 85% das vendas pertencem à sub-marca Celebration, os responsáveis da SVB pretendem que este peso baixe para os 60%. A produção total do Fita Azul ronda o milhão de garrafas, exportando a SVB cerca de 200 mil para aproximadamente 50 países, tendo definido como objectivo “duplicar este valor num prazo de dois a três anos”.

Com o investimento total da empresa a rondar os 8 milhões de euros para 2008-2009, 1/3 deste valor será destinado especificamente ao marketing, sendo que grande fatia será canalizado para o rebranding do Fita Azul, ficando os restantes 2/3 para investir em várias áreas, nomeadamente área industrial (nova linha de engarrafamento e rotulagem, controlo de qualidade, enologia), I&D, viticultura (plantação e substituição de vinha).
Para a comercialização foram apontados o Retalho e o Horeca, sendo que no caso do Attitude, existirá um foco significativo para a hotelaria e restauração.

in "hipersuper"

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Essência do Vinho assinala 15 anos

Nova Loja Gourmet no Colombo - Heart Experience

13 medalhas para vinhos portugueses exclusivos do Lidl