Adega construída em tempo recorde



Construir uma Adega em tempo record para receber as primeiras uvas da vindima de 2015 foi um dos maiores desafios que Nuno Cancela de Abreu teve na sua vida profissional. Como mentor e criador das Boas Quintas, depois de 4 meses de construção, vê o tegão de recepção ser inaugurado com a chegada das primeiras uvas brancas à nova Adega Boas Quintas. “Parece milagre mas não é!” – Nuno Cancela de Abreu
Este é um marco histórico para o percurso da empresa, escrito na primeira pessoa, pelo enólogo Nuno Cancela de Abreu, que depois de ter construído várias adegas ao serviço de outros, viu a construção da Adega Boas Quintas ter início a 23 de Abril de 2015 e cerca de 4 meses depois, a 10 de Setembro de 2015, passada quinta-feira, o tegão receber as primeiras uvas.
Com a evolução positiva das vendas dos últimos 3 anos a empresa sentiu necessidade de alargar a sua capacidade produtiva e logística concretizando a construção, em 2015, desta nova adega no Dão, região de origem da empresa, com uma área de1.600 m2 e uma capacidade de crescimento que poderá atingir 2.500.000 de garrafas comercializadas. Para além do aumento significativo da quantidade de uvas a vinificar, há um forte investimento na capacidade e modernização da linha de engarrafamento de forma a responder á procura dos mercados mais exigentes.

Comentários