Mais de 100 produtores portugueses na Vinexpo 2015


Feira de Bordéus, que decorre entre 14 e 18 de junho, reconhecida como plataforma de negócios incontornável para o setor dos vinhos português.

Juntos, no mesmo espaço, empresários e produtores de todo o mundo, estreitam relações comerciais, conhecem, em primeira mão, as principais tendências de mercado, e participam num elevado número de eventos que incluem conferências, provas, harmonizações de gastronomia e vinhos, orientados por especialistas de renome.

São cada vez mais os produtores de vinhos e de bebidas espirituosas de origem portuguesa a procurar aVinexpo para divulgar, expor e dar a provar os seus produtos. Depois de um crescimento na presença nacional no salão em 2013, as marcas portuguesas reforçam este ano a sua aposta neste certame.

Individualmente ou integrados em stands coletivos, como os da ViniPortugal, do Instituto do Vinho do Porto, ou dos Vinhos Verdes, os produtores nacionais esperam, com a sua presença, conseguir divulgar e comercializar os seus néctares em novos mercados internacionais.

Ao longo dos cinco dias, os visitantes poderão também participar, de forma gratuita, num conjunto de atividades promovidas nos diversosstands, nacionais e internacionais. Por exemplo, no espaço do Instituto do Vinho do Porto, na segunda-feira, dia 15 de junho, a degustação “Chocolate e Porto: um duo de chocolates” adoçará a boca de quem por ali passar. Já na terça-feira, dia 16, a harmonização de vinhos do Porto, Douro e queijos será o prato do dia, com as sugestões menos prováveis para a conjugação vinhos licorosos com os sabores fortes de alguns queijos. A conjugação de bolos e pastelaria com os vinhos do Porto e Douro é a surpresa reservada para o dia 17.

No espaço Wines of Portugal (ViniPortugal) a animação será também uma constante. No primeiro dia de feira caberá a Sofia Salvador, responsável de comunicação da ViniPortugal, apresentar as caraterísticas que diferenciam os vinhos brancos portugueses e a sua variedade de castas. Nos dias 15 e 16 será a vez de Robert Joseph, consultor na área dos vinhos e autor do blog The Wine Thinker (www.thewinethinker.com), dar a conhecer a sua seleção pessoal de vinhos brancos de origem portuguesa.

Nos mesmos dias, o palco será também de António Graça, da Sogrape Vinhos, que falará sobre a sustentabilidade na produção dos néctares nacionais e a manutenção da biodiversidade na vinha. Para finalizar em beleza, na quarta-feira, dia 17, Doug Frost, consultor de vinhos e escritor, terá a seu cargo uma palestra sobre os Tesouros Autótones de Portugal – uvas brancas e uvas tintas.

Comentários

Mensagens populares