Vinhos da Península de Setúbal vendem 40 milhões de euros no mercado nacional


Os dados são da consultora AC Nielsen e apontam para um aumento, no ano móvel Outubro 2013/Setembro 2014 comparativamente ao ano móvel homólogo anterior, de 1,6% em volume e 2,6% em valor do consumo de vinhos da Península de Setúbal no mercado nacional. A região da Península de Setúbal consolida desta forma a terceira posição no top das preferências dos consumidores portugueses, contando com uma quota de mercado de 12,5% nos vinhos com Denominação de Origem e Indicação Geográfica (Moscatel de Setúbal, Moscatel Roxo de Setúbal, Palmela e Península de Setúbal), que valeu neste até ao final do mês de Setembro, 39,95 milhões de euros.

O crescimento dos Vinhos da Península de Setúbal deve-se ao consumo em casa através da compra nos canais super, híper, lojas e discounts (INA+LIDL), que contou com um crescimento de 2% em volume e 1,3% em valor, face ao período Outubro2012/Setembro2013. Nestes canais o consumidor despendeu em média 2,62 € por litro, menos 0,02 cêntimos que no período homólogo. Apesar do decréscimo de 1,8% em volume no consumo imediato dos Vinhos da Península de Setúbal em restaurantes, cafés e snacks (INCIM), foi neste canal que se registou a maior subida a nível de valor, tendo os consumidores desembolsado em média 9,34 € por cada litro, mais 0,63 cêntimos comparativamente ao ano móvel homólogo anterior.

“Os dados vêm confirmar a perseverança, e o bom trabalho das empresas de Vinhos da Península de Setúbal, que em tempos de contracção no consumo conseguem manter um crescimento sustentado no mercado. Mantendo a terceira posição na preferência dos portugueses e conseguindo crescer num contexto adverso ao crescimento de vendas, um verdadeiro desafio, que mais uma vez foi superado”, afirma Henrique Soares, Presidente da Comissão Vitivinícola da Península de Setúbal.

A nível global o consumo de vinhos certificados no ano móvel Outubro2013/Setembro2014 registou, segundo a consultora Nielsen, um aumento de 1,4% em volume e 1,8% em valor que equivaleram a mais de 96 milhões de litros consumidos e a um valor que ascende aos 376 milhões de euros.

Comentários

Mensagens populares