Vinho do Porto reforça aposta no mercado premium francês


A França mantém-se, desde 1963, como o principal mercado para o vinho do Porto. O desafio passa por torná-lo num mercado de maior valor. Nesse sentido,  o Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto, I.P. (IVDP) organiza no dia 9 de dezembro (hoje), às 19h30, no Mandarin Oriental Paris, o «Sommet du Porto», dirigido a opinion liders, jornalistas e especialistas franceses em vinho e gastronomia. O chefe Thierry Marx, mestre em cozinha molecular, com várias estrelas Michelin no currículo, e o sommelier David Biraud, finalista do concurso “meilleur sommelier du monde”, vão preparar harmonizações fora de série entre a gastronomia francesa e o vinho do Porto. São cerca de 50 convidados que participam nesta degustação exclusiva, entre os quais estão o presidente da Académie du Vin de France, antigo presidente da universidade Paris-Sorbonne (Paris IV) e responsável pela missão de candidatura da gastronomia francesa à classificação da UNESCO como património imaterial, Jean-Robert Pitte, e o presidente da Fundação da Aliança Francesa, Jérôme Clément. O IVDP reforça assim o posicionamento do vinho do Porto no mercado de luxo francês, numa iniciativa com o alto patrocínio do Embaixador de Portugal em Paris, José Filipe Moraes Cabral.

De acordo com o presidente do IVDP, Manuel de Novaes Cabral, "esta harmonização de excelência alia um dos melhores produtos do mundo a uma das melhores gastronomias no mundo. O facto de o chefe Thierry Marx e o sommelier David Biraud terem aceite o desafio com tanto entusiasmo, bem como a grande adesão dos convidados, são fortes sinais do valor do vinho do Porto ao mais alto nível".

A ação acontece no mesmo dia em que o presidente do IVDP, Manuel de Novaes Cabral, apresenta em Paris, às 10h30, no Liceu de Guillaume Tirel, o balanço de 2014 da parceria com o ministério da educação francês, no âmbito do programa "Les vins portugais: connaissance des produits européennes et interculturalité" desenvolvido em mais de 60 escolas de hotelaria francesas.  O objetivo é educar para o serviço correto e criativo de vinho do Porto, potenciando assim o consumo nos mais diversos segmentos de mercado. No programa, o vinho do Porto é harmonizado com produtos DOP franceses, sendo encarado como um produto cultural, associado a uma região, a um território, a um património, a uma cultura.

De janeiro a outubro de 2014, o mercado de vinho do Porto em França apresenta uma tendência crescente em valor e em quantidade. De tal modo que, tendo em conta os últimos doze meses, em comparação com 2013, podemos esperar que as exportações para França em 2014 terminem com um volume de negócios de 82,6 milhões de euros (+2,6%). Prevê-se que a quota de mercado francês em volume de negócios cresça de 21,9% em 2013 para 22,4% até ao final deste ano. O Ruby e o LBV são os tipos que apresentam maior crescimento, o que é um sinal de que os franceses estão a experimentar outros tipos de vinho do Porto além dos Tawny standard e com indicação de idade, tradicionalmente os mais exportados para França.

«SOMMET DU PORTO»
Hôtel Mandarin Oriental
251 rue Saint-Honoré – 75001 Paris

Comentários