Quinta do Pôpa desafia-o com programas de Inverno


Mesmo com chuva e frio, não deixe de partir à descoberta do encantado vale duriense..., onde a beleza da paisagem do rio e das gentes espreita a cada curva. A pensar na nova temporada e para tornar a sua estada ainda mais aliciante, a Quinta do Pôpa desafia-o com seis propostas de enoturismo, disponíveis a partir de hoje, dia 18 de Novembro, até 31 de Março, e nos quais a actividade indoor é protagonista. O contacto com a história do produtor e uma visita personalizada à adega, lagares, sala de cascos, garrafeira e sala de provas são obrigatórios. 

A somar às habituais ‘Visitas e Provas’ surgem agora novidades, todas elas temáticas. Nas ‘Visitas e Provas Simples ou Premium’ o percurso é o mesmo, variando a oferta no que toca aos vinhos. O foco da segunda opção são os topos de gama do produtor e, na quantidade, são seis os vinhos em prova, em vez de cinco (‘Visita e Prova Simples’). Há ainda a opção de acompanhar a degustação vínica com uma tábua de queijos e enchidos, pão, azeitonas, doce caseiro e azeite da Quinta. Os preços das provas variam entre os €7,50 e os €25,00, e o “suplemento gastronómico” tem um custo de €15,00.

Novas são as três visitas temáticas que a Quinta do Pôpa agora propõe. Sob o mote ‘O Vinho e os Sentidos’, ‘Wine Blending’ e ‘Harmonização Vinho, Queijos e Enchidos’, têm a duração de duas horas e meia e um valor de €37,50 por pessoa, destinando-se a grupos de 6 a 12 pessoas e, sempre, com marcação prévia.

‘O Vinho e os Sentidos’ é a proposta ideal para quem deseja aprofundar os conhecimentos sobre a prova de vinhos, adquirindo a capacidade de determinar, apreciar e avaliar o conjunto de sensações que o mesmo transmite. Depois da visita, segue-se um momento teórico de iniciação ao conhecimento do vinho, processo de vinificação, uso adequado dos sentidos durante a prova (aspecto visual, aromas e sabores do vinho), identificação dos principais "defeitos" do vinho e uma prova organoléptica (sensorial) com roda de aromas e jogo de cheiros.

Na ‘Wine Blending’, e como o nome indica, vai poder descobrir como é feito um blend – ficando a saber mais sobre a arte e complexidade de produzir vinhos várias castas –, e ter a possibilidade de reconstruir um dos vinhos de lote da Quinta do Pôpa. Na sala de provas, e depois de uma visita explicativa, é tempo para aprender sobre: castas e processos de vinificação; a diferença entre um vinho de lote ou blend e um monovarietal; o que é o perfil de um vinho e como chegar a esse perfil. Para finalizar, nada como uma prova de vinhos!

Na experiência de ‘Harmonização Vinho, Queijos e Enchidos’ os participantes vão ter a oportunidade de se deliciar com uma interessante variedade de queijos e enchidos, todos eles com o cunho duriense de um produtor local. Mas mais do que isso, vão conhecer o processo de fabrico dos mesmos, quais as matérias-primas que os compõem e, por conseguinte, com que vinhos harmonizam melhor. A explicação é detalhada e feita por técnicos da Quinta do Pôpa. Um momento em que o conhecimento e a vertente enogastronómica vão estar de mãos dadas.

“Pão e vinho sobre a mesa / é uma mesa portuguesa com certeza”: já proclamava a eterna Amália num dos fados mais conhecidos a que prestou voz. E porque a melhor companhia do vinho é, para além das pessoas, a comida, a Quinta do Pôpa oferece também a possibilidade de se almoçar in loco. No que toca aos ‘Almoços Vínicos’ são quatro os menus à disposição – simples, premium, vegetariano e infantil. As refeições são confeccionadas por um restaurante da região, conhecido pela qualidade e frescura dos seus ingredientes e a singularidade das suas receitas. O casamento entre os pratos, tipicamente durienses, e os vinhos é explicado pelo enólogo.  Quinta do Pôpa aceita apenas uma reserva por dia, no mínimo de duas pessoas e no máximo nove. O preço inclui a refeição e os vinhos, escolhidos em função do menu, e varia entre os €32,00 e os €42,00.

Na época que agora começa as portas da Quinta do Pôpa estão abertas de terça a sexta-feira, entre as 10h00 e as 17h00. Nos restantes dias, todos são bem-vindos, desde que a marcação seja feita com três dias de antecedência e haja disponibilidade. Programas à medida ou para grupos maiores fazem também parte dos serviços prestados pela Quinta do Pôpa – na vertente PôpaDouro Concièrge –, cujos contactos podem ser feitos através do telemóvel 916 653 442 ou do e-mail turismo@quintadopopa.com.

Comentários