Conservas Ramirez encerram comemorações dos 160 anos em semana de festa na Loja das Conservas



Ramirez & Cia (Filhos), SA, a mais antiga empresa do mundo em laboração no sector das conservas de peixe, vem à Loja das Conservas, em Lisboa (Rua do Arsenal, 130), encerrar em ambiente de festa as comemorações do seu 160º aniversário.
De 6 a 12 de Outubro, a centenária empresa portuguesa – que produz e comercializa para todo o mundo, desde o século XIX, mais de uma dezena de marcas de conservas de peixe, entre as quais a Ramirez, a La Rose, aCocagne, e a The Queen of the Coast – realizará, em parceria com a Loja das Conservas, um conjunto de imperdíveis iniciativas que celebram a sua longa história e o vasto portefólio de produtos e referências que comercializa em mais de 50 mercados internacionais, no âmbito de uma política de marca própria.
Degustações e harmonizações, eventos como festas com caras conhecidas do grande público, show cookings e ainda uma exposição de fotografias e latas antigas de conservas, são algumas iniciativas que a Ramirez preparou para a Semana Temática da Loja das Conservas (programa detalhado em anexo).
O vasto portefólio de referências produzidas pela Ramirez serão os protagonistas dos show cookings de participação gratuita programados para o fim-de-semana de 11 e 12 de Outubro. No Sábado, 11 de Outubro, ochef André Magalhães, da típica e muito lisboeta Taberna da Rua das Flores, demonstra a versatilidade das conservas de peixe Ramirez na confecção de petiscos irresistíveis e de fácil e rápida preparação. No Domingo,12 de Outubro, é a vez do blogger Célio Cruz, do Sweet Gula, deliciar a plateia com verdadeiras tentações gastronómicas preparadas a partir de uma lata de conserva de peixe.
história de 160 anos da Ramirez estará em destaque na Loja das Conservas, ao longo da Semana Temática, através da exposição de uma selecção de fotos históricas da empresa e de latas antigas de conservas, que viajam do núcleo museológico da fábrica da Ramirez até Lisboa. A lata comemorativa dos 160 anos, uma edição limitada da autoria do artista plástico Sérgio Remondes, e os produtos vintage da recém-lançada marcaLa Rose – uma marca histórica que a Ramirez adquiriu e relançou no mercado este Verão – terão presença destacada garantida na Loja das Conservas.
Na quarta-feira, 8 de Outubro, pelas 18h00, a história das conservas de peixe em Portugal, da qual a Ramirez é percursora e pioneira desde o século XIX, é o mote de uma tertúlia sobre passado, presente e futuro desta indústria em crescimento e expansão internacional, numa iniciativa de participação aberta orientada pelo Professor José Gameiro, Director do Museu das Conservas de Portimão (instalado na antiga fábrica da marca La Rose).
Para além de abrir o livro de uma história que atravessa três séculos, e de promover degustações gratuitas dos seus produtos durante toda a semana temática, a Ramirez oferece uma sunset party de paragem obrigatória na quinta-feira, 9 de Outubro. Música, degustações de conservas e respectivas harmonizações de vinhos, e ainda a presença de caras conhecidas da novela Mar Salgado são as propostas da Ramirez para começar uma noite de diversão entre amigo,s ao sabor de iguarias nacionais em conserva.
Nesta celebração dos seus 160 anos na Loja das Conservas em Lisboa, a Ramirez aproveitará, também, para desvendar um novo capítulo do seu futuro, que se iniciará com a inauguração da sua nova unidade fabril em Matosinhos, prevista para o início de 2015.
Situada em Lavra, Matosinhos, a “Ramirez 1853” é um investimento em contraciclo que ascende a 18 milhões de euros. Este projecto foi considerado de Potencial Interesse Nacional (PIN).
Dando continuidade à aposta na segurança alimentar e na inovação, a nova fábrica utilizará tecnologia de vanguarda e adoptará os mais modernos e sofisticados processos produtivos, que permitirão duplicar a capacidade produtiva da empresa, diminuir os custos operacionais e logísticos; criar 40 novos postos de trabalho e investir em novos produtos.
Com 180 trabalhadores, a Ramirez tem uma facturação anual de 30 milhões de euros, 64 por cento dos quais resultantes da exportação para os cinco continentes.
A Ramirez vende 45 milhões de latas/ano, de um total de 55 referências de conservas de peixe.

Comentários