Imagem dos vinhos Portugueses reforçada no Rio de Janeiro



Os vinhos portugueses conseguiram um reforço de notoriedade no Brasilsobretudo no mercado do estado do Rio de Janeirona sequência da primeira edição da “Brasil International Wine Fair”, que terminou esta quinta-feira, e que decorreu a par da 24ª “Super Rio Expofood”, uma feira de referência no setor alimentar e de equipamento na América Latina.

O evento profissional, organizado pela Essência do Vinho Brasil em parceria com a ASSERJ – Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro, captou o interesse de influentes líderes de opinião no Brasil, tendo ainda suscitado um importante fluxo informativo em vários dos mais importantes órgãos de Comunicação Social daquele país, generalistas e especializados em economia, negócios, vinho e gastronomia.

Estamos muito satisfeitos com o impacto desta feira profissional que, sem dúvida, acaba por se revelar uma importante montra para apresentação de vinhos portugueses e também de outros países a um público maioritariamente constituído por empresários e profissionais da hotelaria, restauração e venda de vinhos, produtos e equipamentos alimentares, além, claro de jornalistas e líderes de opinião. Convém não esquecer que o Rio de Janeiro é um dos estados brasileiros que apresenta maiores e melhores perspetivas de crescimento em matéria de vinhos, não só porque beneficia de um importante historial de imigração de países com cultura e tradição na área – oriundo de países como Portugal, Itália ou Alemanha-, como ainda se prepara para receber dois grandes eventos à escala global, como o Campeonato do Mundo de Futebol 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016”, começa por salientar Nuno Botelho, diretor da Essência do Vinho Brasil.

No caso específico do vinho português, o Brasil é um dos mais importantes mercados de exportação.

Em 2011, a importação de vinhos portugueses no Brasil foi de 8,58 milhões de litros, tendo registado um crescimento de 6,5%. Portugal está assim na quarta posição entre os países preferidos pelo consumidor brasileiro para vinho engarrafado (liderando no segmento de vinho a granel), já muito perto do terceiro, a Itália, sendo que o Chile e a Argentina continuam a liderar essas exportações”, recorda Nuno Pires, também diretor da Essência do Vinho Brasil.

Essência do Vinho Brasil, que inaugurou com a “Brasil International Wine Fair” uma aposta mais efetiva na produção de eventos naquele país, relembra que aquela que é hoje considerada a sexta principal economia do mundo tem ainda uma enorme margem de crescimento em matéria de consumo de vinho, dado que o consumo per capitaanual registado é de apenas 2% e somente agora uma parte dos quase 200 milhões de consumidores brasileiros começa a denotar curiosidade pela matéria.

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...