Benfica comemora primeiro título europeu com vinho de edição limitada


O Benfica, em parceria com a Adega Cooperativa de Borba, apresentou segunda-feira um vinho comemorativo dos 50 anos do primeiro título europeu (1961-2011), que o vice-presidente Rui Gomes da Silva considera ideal para comemorar novas vitórias.

"Quando se une uma vida extraordinária como a do Benfica, 107 anos, e um vinho de excelência está tudo dito. Napoleão dizia que o vinho nas vitórias é merecido e nas derrotas necessário (...) Este vinho de excelência será para comemorar as vitórias", desejou o vice-presidente "encarnado".

Na apresentação do vinho, realizada no Estádio da Luz e com a presença dos campeões Ângelo, Mário João, Artur Santos e José Augusto, o vice-presidente do Benfica lembrou o domínio das "águias" no futebol europeu da década de 60, com as finais ganhas de 1961 e 1962 e perdidas de 1963, 1965 e 1968.

O vinho, um DOC Alentejo 2007 com uma edição limitada de 500 garrafas, foi elaborado a partir das castas Trincadeira, Aragonez e Tinta Caiada, através de uma selecção prévia de vinhas velhas instaladas em solos de xisto.

A comercialização do vinho, elaborado pelo enólogo Óscar Gato, será feita pelo Benfica e pelos distribuidores oficiais da Adega de Borba, com preço de venda ao público de 50 euros por unidade.

Na cerimónia esteve ainda o director-executivo da Adega de Borba, Manuel Rocha, que deu conta da grande satisfação pelo convite do Benfica para se fazer este vinho e que tem a certeza ser um vinho "ímpar e de excelência".

in Jornal de Notícias

Comentários