Timing certo para a mudança

Tal como no consumo dos vinhos, em que o momento certo para os degustar não é facilmente decifrável, a imagem das empresas, das marcas, a estratégia comercial, ou as campanhas de marketing e comunicação têm igualmente um período de duração que obriga a uma constante monitorização, para que não se tornem um grave problema para a obtenção dos objectivos propostos.

A decisão sobre a mudança da imagem dos vinhos, ou dos sinais identificativos da empresa (logótipos), comporta riscos que devem ser tidos em conta. Se é certo que não existem certezas a este nível, há parâmetros que podem e devem ser seguidos para um correcto rebranding.

A definição de uma visão clara para a empresa, que defina objectivamente as metas a alcançar, possibilita a criação de campanhas comunicacionais correctas, sem desvios desnecessários. Monitorizar a resposta dos consumidores aos produtos que se encontram no mercado, respondendo rapidamente e eficazmente aos obstáculos que se enfrentam. Por fim, não ter receio de alterar radicalmente a estratégia comunicacional e/ou consequentemente a imagem dos produtos (por ex. rótulos), ou empresa. Não são comuns estas mudanças drásticas, mas são realmente aconselháveis, quando o caminho que se está a seguir não está de acordo com a missão da empresa, e os resultados não são os esperados.

Comentários