Os pequenos também contam


Quando analisamos a estratégia de comunicação e marketing dos pequenos produtores de vinho vs grandes produtores, verificamos que na maioria dos casos, os primeiros têm estratégias deficientemente delineadas, ou simplesmente não existem de todo. A era digital que agora vivemos fornece um conjunto de ferramentas comunicacionais e de marketing, que além de serem acessíveis a qualquer empresa, independentemente da sua dimensão, são em muitos dos casos incomparavelmente mais económicas do que quando comparadas com os meios tradicionais.

Se até há pouco tempo apenas as grandes empresas do sector do vinho conseguiam, através dos meios tradicionais, como TV, Rádio, Outdoors, Imprensa, etc, chegar aos consumidores, actualmente os pequenos e médios produtores, com investimentos baixos, ou até gratuitamente podem fazer chegar ao seu público, as suas marcas/produtos, aproximando a empresa dos consumidores, e aumentando a sua notoriedade.

O investimento em e-mail marketing e nas redes sociais, com uma estratégia coerente e sustentada, pode deste modo rebater as grandes diferenças de recursos financeiros entre grandes e pequenos produtores.

Comentários

Óscar disse…
Marco, creio que já se começa a ver alguma definição de estratégia por parte dos pequenos produtores. O forte aumento de concorrência que se tem verificado nos últimos anos não deixou grande alternativa a quem não tinha rumo. E certamente que nos próximos tempos os produtores vão utilizar cada vez mais a internet para promover as suas marcas.

Agora ainda há muito trabalho por fazer e entretanto alguns vão ficar pelo caminho.
Marco Carvalho disse…
Olá Oscar, obrigado pelo seu comentário. O seu caso é sintomático de que há pequenos produtores (será que o posso chamar assim ?) que trabalham de forma magnífica. Um exemplo para todos (não o digo por favor). Cumprimentos.

Mensagens populares