Nova rolha de cortiça retarda evolução do vinho


A empresa Álvaro Coelho e Irmãos desenvolveu uma nova rolha de cortiça, com revestimento em fibra, que promete retardar o processo de evolução do vinho.

Dá pelo nome “Nanocork” e “não permite a evolução do vinho porque não cede oxigénio nenhum ao néctar”, e mantém os “aromas frescos”, explica Leal Ferreira, director técnico da empresa, ao Jornalismo Ponto Net.

“Esta rolha não existia na área da cortiça porque a rolha de cortiça natural dá sempre alguma evolução ao vinho”.

A aposta da Álvaro Coelho e Irmãos pretende fazer face ao aumento da utilização de cápsulas metálicas. “As tampas metálicas vieram ocupar um lugar para o qual a rolha não estava muito preparada. Este produto foi desenvolvido para, dentro de um preço competitivo, pode manter o vinho e melhorá-lo”, justifica o director técnico.

O produto foi testado ao longo de dois anos. “Decidimos fazer um ensaio destas rolhas juntamente com as naturais sem qualquer película redutora e também com as rolhas sintéticas e roscas metálicas. Os testes começaram em Maio de 2007. Até agora os resultados desta rolha são manifestamente superiores”, revela Leal Ferreira.

A “Nanocork” é muito semelhante à rolha natural no que diz respeito aos componentes químicos, remata o responsável.

in "hipersuper"

Comentários

Mensagens populares