Wine House da estação ferroviária do Pinhão recebeu distinção internacional


Espaço museológico da família Amorim recebeu prémio da Rede das Capitais de Grandes Vinhedos e um dos galardões Best of Wine Tourism 2009.

A Wine House que a Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo instalou na estação ferroviária do Pinhão recebeu ontem, no Porto, dois importantes galardões, reconhecendo a qualidade do projecto de reabilitação patrimonial ali desenvolvido, bem como a sua importância para a preservação da memória relacionada com a cultura vinícola da região do Douro.´

O equipamento ligado ao grupo do empresário Américo Amorim conquistou o prémio nacional para o melhor projecto na categoria de Arte e Cultura dos Best of Wine Tourism 2009, tendo ainda recebido a distinção internacional da Rede das Capitais de Grandes Vinhedos. A Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo, refira-se, já antes tinha conquistado os Best of Wine Tourism nas categorias Alojamento, em 2007, e Arquitectura, Parques e Jardins, em 2008.

Os prémios Best of Wine Tourism são atribuídos desde 2003 pela Rede das Capitais de Grandes Vinhedos, na qual estão representadas as regiões vinhateiras do Porto, Bordéus (França), Florença (Itália), Bilbao-Rioja (Espanha), Mendoza (Argentina), Napa Valley (EUA), Cidade do Cabo (África do Sul) e Mainz (Alemanha). A distinção do projecto português foi obtida ex-aequo com três outros projectos, a Fundacion Dinastia Vivanco, no País Basco, a Villa Petriolo, em Itália, e as argentinas Bodegas Salentein.

Na cerimónia de entrega de prémios, que ontem decorreu no Museu do Vinho do Porto, no Porto, foram ainda distinguidos, a nível nacional, a empresa ecoTours, na categoria Serviços de Enoturismo, e a Casa das Pipas da Quinta do Portal, esta última na categoria de Práticas Sustentáveis de Enoturismo.
Américo Amorim considerou que os prémios obtidos traduzem "o esforço e a opção feita pela família", tendo Luísa Amorim, administradora da Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo, realçado o papel da mãe, Fernanda Amorim, na recolha do material exposto no núcleo museológico criado na estação do Pinhão. Inaugurada em Junho último, a Wine House aproveitou as antigas casas dos ferroviários para instalar um equipamento que evoca as várias fases do ciclo do vinho, do trabalho agrícola ao engarrafamento.

fonte: Público

Comentários