Vendas de vinho australiano em queda


As exportações de vinhos australianos caíram 18% em valor e 11% em volume no ano 2008, referem os dados do Australian Wine&Brandy Corporation. Em volume, as exportações de vinhos australianos desceram pela primeira vez desde 1995, para 698 milhões de litros. Já em valor de vendas, as exportações caíram pela primeira em 15 anos, desde que se realizam as estatísticas, para os 2,465 mil milhões de dólares australianos (cerca de 1,24 mil milhões de euros).

Além disso, registou-se uma importante queda no preço médio, semelhante às descidas anuais do período 2003-2006, descendo 8% para os 3,53 dólares australianos por litro (aproximadamente 1,8 euros).

De acordo com os dados do Australian Bureau of Statistics, embora as exportações estejam a cair a pique e as vendas no mercado doméstico também registaram uma descida de 5% para os 426 milhões de litros, a produção total de vinho da última campanha subiu 27%, face a 2007, alcançando os 1,240 mil milhões de litros, aumentando as existências em 5%.

Todos estes dados surgem depois de uma década de crescimento extraordinário das exportações australianas de vinho, que tiveram o seu pico no ano de 2007 ao ultrapassar os 3 mil milhões de dólares australianos em vendas.

Os analistas apontam dois factores para esta descida nas vendas: a força do dólar australiano na primeira metade de 2008 e a crise financeira mundial durante a segunda metade do último exercício. Outros elementos, como a forte concorrência dos outros países produtores de vinho, assim como a disponibilidade de vinho mais barato nos mercados internacionais, parecem ter afectado também as vendas.

O principal destino das exportações australianas de vinho continua a ser o Reino Unido, com um volume de 261 milhões de litros e um valor superior a 805 milhões de dólares australianos, números com tendência de descida de 10 e 18% em volume e valor, respectivamente, face aos dados de 2007.

A seguir ao Reino Unido, aparecem os EUA, para onde a Austrália conseguiu exportar 193 milhões de litros por um valor próximo dos 675 milhões de dólares australianos, valores inferiores em 5% em volume e 26,5% em valor, face a 2007. Só entre estes dois mercados, os vinhos australianos deixou de receber 422 milhões de dólares australianos.

Mas nem todas as notícias são negativas para os vinhos australianos que encontraram nos países asiáticos um destino para os seus néctares. Com um crescimento importante no mercado chinês, para onde exportou 73 milhões de dólares australianos durante 2008 (+32% que em 2007), China ocupa já o quinto lugar no ranking dos países destinatários dos vinhos australianos, em valor.

Do mesmo modo, as importações por parte do Japão também aumentaram em 4% em valor e quase 9% em volume, para os 49 milhões de dólares australianos e 9,5 milhões de litros.

in "hipersuper"

Comentários