EUA serão maiores consumidores de vinho


De acordo com o último estudo efectuado pelo International Wine&Spirit Record (IWSR), os Estados Unidos da América tornar-se-ão nos maiores consumidores de vinho do mundo nos próximos três anos, ao mesmo tempo que o país sofrerá uma alteração nos hábitos de consumo dos norte-americanos.

Apesar dos receios existentes relativamente ao consumo durante a actual crise económica, até 2012, o as vendas de vinhos importados deverá aumentar em 17,9%, avança o relatório da IWSR, adiantando ainda que o consumo mundial de vinhos poderá chegar às 2,816 mil milhões de caixas, ou seja, uma subida de 6%.

O relatório revela ainda que os EUA terão uma importância significativa neste crescimento, já que o consumo de tintos, brancos e rosés terão crescido 14% entre 2003 e 2007.

O vinho tinto continuará a ser o preferido dos norte-americanos, concluindo o estudo que se consumiram cerca de 1,47 mil milhões de litros durante 2008, prevendo que nos próximos cinco anos esse valor alcance os 1,74 mil milhões de litros.

“Entretanto, o consumo de vinhos rosés deverá aumentar 10%, passando de 565 milhões de garrafas para 620 milhões de garrafas, enquanto os brancos deverão crescer 5,4%, passando de 1,3 mil milhões de 2008 para 1,4 mil milhões de garrafas em 2012″, revela o estudo da IWSR.

Mas não será somente o vinho a registar acréscimos no consumo. Também as bebidas espirituosas deverão crescer, avançando o estudo que o mercado norte-americano registará aumento semelhante aos néctares de Baco até 2012.

Assim, o estudo prevê um crescimento de 10% nos próximos cinco anos, podendo o consumo de bebidas espirituosas atingir as 2,4 mil milhões de garrafas.

A vodka manter-se-à no centro da procura, dado o crescimento de 27% verificado nos últimos cinco anos terminados em 2007, ascendendo a 636 milhões de garrafas. Avançando com uma estimativa de crescimento na ordem dos 20%, a IWSR diz que isso equivale a cerca de 65 milhões de caixas por ano.

in "hipersuper"

Comentários