Deputados participam em Prova de Vinho na Sala Ogival da ViniPortugal


A convite da ViniPortugal, os deputados da Subcomissão de Agricultura, Florestas, Desenvolvimento Rural e Pescas da Assembleia da Republica participaram numa prova de vinhos na Sala Ogival, em Lisboa.

Neste encontro, foram degustados vinhos, que se encontram em destaque no calendário de Janeiro, das regiões da Estremadura, Algarve e Douro, num agradável convívio, onde os presentes puderam apreciar os aromas e sabores resultantes da vitivinicultura nacional e debater, de forma informal, a actual situação do sector e a importância da promoção dos vinhos portugueses em todo o mundo.

Para o presidente da Subcomissão, Miguel Genestal, “o vinho é um sector estratégico da agricultura portuguesa e é considerado como tal uma das prioridades do Programa do Desenvolvimento Rural. Actualmente, o vinho e o sector hortofrutícola portugueses representam mais de metade da produção agrícola nacional. Somos um país conhecido como produtor de excelentes vinhos, sendo que este sector é muito importante para as economias locais e para afirmação de Portugal no mundo.” Miguel Genestal acrescenta, ainda, que “associado ao vinho temos também a indústria da cortiça que é a única indústria que, em termos de exportação, Portugal é líder mundial.”

“O vinho faz parte da nossa história e é um dos sectores agrícolas estratégicos para Portugal”, afirma Luís Carloto Marques, do PSD. “Temos algo que é estratégico que é a excelência dos nossos vinhos e, nesse sentido, só temos de saber vender e promover aquilo que temos de excelente. Acho que é preciso um grande esforço na promoção de vinhos portugueses em todo o mundo, não só na comunidade lusófona, que já os conhece muito bem, mas junto de todos os consumidores que saibam apreciar bons alimentos porque o vinho, bebido moderadamente, é um alimento excelente.”

Para Hélder Amaral, do CDS, “o vinho é um excelente embaixador de Portugal porque é um produto de grande qualidade. Portugal tem dos melhores vinhos do mundo, o problema é que nem todo o mundo o conhece.” Para uma melhor promoção do vinho nacional, o deputado considera que não se pode promover o país só com o vinho, “tem de ser de forma integrada, é preciso juntar a cortiça, o sol, as praias e pormos os nossos embaixadores, como José Mourinho e o Cristiano Ronaldo, a falar do vinho ou as nossas empresas a oferecerem vinho aos seus parceiros internacionais. A nossa imagem deve estar ligada ao vinho, tal como acontece em França e Itália. Se até há pouco tempo havia o receio de fazer isso, hoje não há porque estamos a falar de um produto de excelência, que traz uma mais-valia económica muito grande”.

Estiveram, ainda, presentes neste encontro Lúcio Ferreira, Jorge Almeida, Horário Antunes, Jorge Fão e Carlos Lopes, deputados do PS, e Abel Baptista e Mota Soares, do CDS.

in "lusowine"

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...