Vinhos americanos ultrapassam franceses no Reino Unido


As vendas de vinhos norte-americanos ultrapassaram os concorrentes franceses no mercado britânico. Os dados da Nielsen revelam que as vendas de vinhos provenientes dos EUA registaram um crescimento de 5% para 781 milhões de libras (cerca de 872 milhões de euros) até ao final de Novembro de 2008, enquanto os néctares franceses caíram 3% para 780 milhões de libras.

Também em valor, as importações britânicas de vinhos norte-americanos subiram, totalizando no final do mês de Novembro 15,6 milhões de caixas (+3%) contra as 14,5 milhões de caixas (-7%) de néctares gauleses.

De referir que 95% do vinho norte-americano importado pelo mercado do Reino Unido provém da região da Califórnia.

Stewart Blunt, responsável da Nielsen, refere que os vinhos franceses posicionavam-se muito na faixa abaixo das 3 libras, com Vin de Pays e Bordeaux baratos, salientando que “esta faixa de mercado registou fortes quebras nos últimos seis meses”.

“Enquanto os vinhos americanos estão a melhorar qualitativamente, os franceses estão a regredir, fazendo com que esta ‘ultrapassagem’ seja mais fácil”.

França é agora o terceiro país no consumo de vinho no Reino Unido, atrás da Austrália - líder nos últimos cinco anos - com 23% de quota de mercado, e dos EUA. A Itália ocupa o quarto posto, tendo sido ultrapassada pela Califórnia em 2003.

Segundo a Decanter, esta notícia não deveria constituir surpresa nenhuma para ninguém, já que os analistas da revista britânica já vaticinavam esta situação na sua edição de Janeiro de 2003.

Crucial para o sucesso dos vinhos norte-americanos no Reino Unido têm sido os néctares rosé, tendo-se tornado um êxito junto das consumidoras britânicas, com as vendas a dispararem 17% no ano terminado em Outubro, enquanto os rosés franceses caíram 9% em volume e 5% em valor.

John McLaren, director do California Wine Institute, admitiu que, “acima de tudo, os americanos entenderam como promover os seus vinhos. Os californianos fazem muito bem o que os franceses não sabem fazer, ou seja, descobrir o que o consumidor deseja”.

in "hipersuper"

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...