UE e Austrália assinam acordo para comércio vinícola


A União Europeia e a Austrália assinaram um novo acordo para reger o seu comércio vinícola. O contrato foi assinado pela comissária da Agricultura Mariann Fischer Boel e ministro de negócios estrangeiros australiano, Stephan Smith e vem substituir o que foi assinado em 1994.

O acordo salvaguarda os interesses da União Europeia ao estabelecer os princípios para a protecção das Indicações Geográficas e expressões tradicionais, protegendo o regime de rotulagem da União Europeia. O acordo define claramente as regras que regem as exportações e importações de vinho na Europa e Austrália para todos os produtores afectados.

O acordo de 1994 ditava que os produtores australianos deixariam de utilizar termos europeus como por exemplo “Champagne”, “Porto” e “Xerez”, assim como expressões tradicionais como “Amontillado”, “Claret” e “Auslese”. O acordo de 2008 define datas precisas para a eliminação progressiva dos termos.

O acordo também define condições para a Austrália continuar a utilizar termos de vinho de qualidade como “vintage”, “cream” e “tawny” para descrever vinhos exportados para a Europa e comercializado domesticamente.

in "hipersuper"

Comentários