Ministério gasta 3 a 4 milhões na promoção internacional dos vinhos nacionais


O Ministério da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas (MADRP) vai gastar, em 2009, entre três e quatro milhões de euros na promoção internacional dos vinhos portugueses, valor que pode atingir 30 milhões se a produção for toda escoada, revelou o ministro Jaime Silva.

Em declarações à agência Lusa, Jaime Silva explicou que há “um programa com muitos milhões de euros” para que, em 2009, a promoção dos vinhos portugueses seja feita nas grandes feiras internacionais, em mostras específicas e com lançamentos de livros sobre os vinhos portugueses “porque é por aí que passa de facto a divulgação e a promoção” dos produtos vitivinícolas nacionais.

“Temos em média 70 milhões de euros por ano para fazermos várias coisas e uma das coisas que nós vamos fazer é promoção, ou seja, se nós tivermos um mercado equilibrado, isto é, não necessitarmos de destilar vinho, mais sobra para fazer promoção”, admitiu Jaime Silva durante a abertura da iniciativa “Lisboa celebra o Vinho”, que decorre no passado fim-de-semana.

“Nós em média tínhamos 3 a 4 milhões de promoção, nós poderemos passar a ter 20, 30 milhões de euros de promoção se tivermos um mercado bem gerido, e um mercado bem gerido é todo o vinho que produzirmos ser escoado no mercado”, acrescentou.

Mercado que, no estrangeiro, engloba países como os Estados Unidos da América, Alemanha, Reino Unido, Rússia, China ou Índia.

No entanto, o ministro da Agricultura defendeu que, tão importante como a divulgação dos vinhos nacionais no estrangeiro, é a divulgação junto dos portugueses, em geral.

agência Lusa

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...