Herdade do Esporão aposta no Douro e compra Quinta das Murças


A empresa Herdade do Esporão adquiriu a Quinta das Murças, propriedade de 150 hectares localizada em Cima Corgo (3,2 km ao longo das margens norte do Rio Douro), informa a empresa alentejana em comunicado.

Com esta operação, a Finagra prossegue a sua estratégia de alargamento e diversificação regional do portefólio. De acordo com o Diário Económico, que cita João Roquette, CEO da Herdade, a nova unidade de produção deverá representar 20% da facturação e 50% dos lucros em 2016, resultado do incremento na capacidade produtiva até um milhão de litros. Nos próximos anos, o grupo deverá investir 1,5 milhões de euros na reestruturação da vinha e plantação de novos vinhedos, e um milhão de euros na construção de uma nova adega, escreve o diário. O modelo de negócio pressupõe a produção premium (tanto de vinhos de mesa como de Vinho do Porto), a venda do azeite produzido, e a aposta no enoturismo.

João Roquette revela que se pretende “replicar, no Douro, toda a experiência e know-how adquiridos no Alentejo”, rentabilizando o “enorme potencial vitivinícola” de uma marca (Vinho do Porto) eminentemente exportadora. Escusa-se a revelar o valor do negócio ou a confirmar uma eventual vontade de expansão para outras Denominações de Origem. Mas assegura que a marca “Esporão” não será estendida à produção vinícola da Quinta das Murças.

A área da Quinta reparte-se entre vinhas de diferentes idades e exposições (60 hectares), 6000 pés de oliveiras orgânicas, um laranjal e 30 hectares de mata. O espaço compreende ainda um lagar tradicional de azeite, outros lagares de granito destinados à pisa a pé e à fermentação, uma adega, cubas de armazenagem, tonéis reservados para o Vinho do Porto, barricas de carvalho para os vinhos DOC, uma cave de estágio subterrânea e um laboratório.

Os vinhos Herdade do Esporão são vendidos em mais de 50 países, incluindo Portugal. Representam 90% da facturação do grupo, contra os 8% do azeite e os 2% do turismo. Prevê-se que as exportações representem um terço do volume de negócios (40 milhões de euros) no actual exercício.

in "hipersuper"

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...