sábado, 22 de Novembro de 2014

Porto Cálem sugere cocktails de vinho do Porto para cativar público mais jovem em Londres



Os consumidores britânicos têm demonstrado uma elevada receptividade e interesse nos cocktails com vinho do Porto preparados pelo mixologista Marlowe Harris em diversos bares e restaurantes de referência no Soho, em Londres. A convite da Sogevinus, Marlowe Harris esteve no Porto a apresentar nas Caves Cálem inúmeras sugestões de cocktails elaborados com Vinho do Porto em harmonia com outras bebidas. As diversas propostas surpreenderam o público que assistiu e se mostrou seduzido com a complexidade aromática e de paladar muito apropriada para diferentes momentos de consumo. Estes cocktails foram desenhados para 3 produtos da gama Cálem: o Cálem White & Dry, o Cálem LBV 2009 e o Cálem 10 anos e para irem ao encontro dos gostos dos vários consumidores.

Tânia Branco Oliveira, directora de Comunicação e RP da Sogevinus, salienta “É necessário aproximar o Vinho do Porto de consumidores mais jovens, retirando-lhe a conotação de vinho de referência apenas para pessoas mais seniores. O vinho do Porto tem uma variedade de estilos e perfis que, apresentados de forma assertiva, surpreendem os consumidores de todas as idades mesmo o de menor envolvimento com a categoria. O objectivo destas iniciativas é o de chegar a um público que está muito afastado do Vinho do Porto, surpreendendo e sugerindo novas forma de consumo.”
Marlow Harris acrescenta “Sou um grande apreciador de vinho do Porto, nomeadamente da categoria Colheita mas é difícil apresentar estes vinhos a públicos mais jovens. Acredito que temos de aproximar as pessoas do Vinho do Porto e tem sido impressionante a forma como os cocktails de vinho do Porto têm cativado novos públicos no Reino Unido. Neste mercado existia uma associação do consumo de vinho do Porto a um momento de solenidade, ou ao final da refeição acompanhando com queijo, mas de facto o Vinho do Porto pode e deve ser muito mais do que isso. Neste momento temos já uma série de bares a listar estes cocktails em Londres e é magnífico poder trabalhar com uma marca como a Cálem que não tem medo de sair do convencional.”
Alguns dos cocktails sugeridos foram:
Cocktail Cálem White & Dry Tipsy Florist by Dominik Wielocha at Evans & Peel Bar
Cocktail Cálem White & Dry The Pisco Kid by Kyle Wilkinson at Blind Pig Bar
Cocktail Cálem White & Dry Aperitivo Peruano by Fabiano Latham at Chotto Matte Bar
Cocktail Cálem LBV 2009 Port in a Storm by Dino Koletsas at Reverend JW Simpson Bar
Cocktail Cálem 10 years old Doghouse Reilly by Chris Tanner at The Library Bar

Vinhos do Douro e do Porto à prova no Brasil

 
Em novembro, os vinhos do Douro e do Porto estão à prova do outro lado do Atlântico, num conjunto de eventos promovidos pelo Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto, I.P. (IVDP). Depois de Nova Iorque e Washington, 10 e 12 de novembro respetivamente, e do Canadá, 17 de novembro em Toronto e dia 19 em Montreal, é a vez do Brasil receber as provas dirigidas a especialistas, jornalistas, distribuidores e apreciadores. O objetivo é reforçar a notoriedade dos vinhos da Região Demarcada do Douro e aumentar as exportações nestes mercados tradicionais e estratégicos para a contínua valorização das denominações de origem Porto e Douro. Para além das provas, vão decorrer master classes dirigidas exclusivamente a profissionais, orientadas pelo jornalista e crítico de vinhos Rui Falcão. No Brasil, a iniciativa acontece dia 24 no Rio de Janeiro e dia 25 em São Paulo. Estão já inscritos 1000 participantes.
 
De acordo com o presidente do IVDP “as provas nos EUA e Canadá suscitaram grande interesse nos diferentes públicos que aderiram de forma muito positiva. A presença dos jornalistas Mark Squires e Kim Marcus da reconhecida revista Wine Spectator na master class em Nova Iorque, reflete o prestígio dos vinhos da RDD neste importante mercado. O número já elevado de inscrições para a ação do Brasil revela sinais do grande potencial da iniciativa num mercado em que queremos estar com mais força”, conclui Manuel de Novaes Cabral que marcará presença na iniciativa.
 
Nos primeiros nove meses de 2014, no que respeita ao vinho do Porto, os EUA ocupam o quinto lugar no ranking em termos de volume de negócio, o Canadá está na sétima posição e o Brasil em 11º. Quanto aos DOP Douro, estes países ocupam o top 5. O Canadá é o segundo mercado, logo a seguir a Portugal, o Brasil está na quarta posição e os EUA estão em quinto lugar, registando uma subida do preço médio. No mesmo período, estes três mercados tiveram um comportamento positivo nas importações dos DOP Douro. No caso do vinho do Porto, é de destacar o crescimento da quantidade exportada para os EUA. O Canadá caracteriza-se por apresentar nos vinhos da RDD um preço médio muito superior ao global, bem como os EUA. Quanto ao Brasil, é de realçar o crescente desempenho dos DOP Douro.
 
Em 2013, as exportações de vinhos da RDD para os EUA representaram cerca de 60% do valor dos vinhos portugueses exportados para o mercado norte-americano. As exportações de vinhos da RDD para o Canadá representaram mais de 54% do valor total das exportações de vinhos portugueses para esse mercado. No caso do Brasil, constituem 28% do valor exportado para esse país.
 
PROGRAMA
 
RIO DE JANEIRO – 24 de Novembro
Caesar Park Rio de Janeiro Ipanema
Av. Vieira Souto, 460
22430 – 006 Rio de Janeiro / Brasil
Horário Prova Livre – 15h / 20h
Horário Master Class – 15h30 / 16h30 e 17h30 / 18h30
Mais informação: Alexandre Lalas alexandre.lalas@gmail.com
 
Prova Livre | 15h00-20h00
Vinícolas – Adriano Ramos Pinto; Bulas; Casa Santa Eufémia; Douro Family Estates; Duorum Vinhos; Pedro Carvalho; Quinta do Crasto; Quinto do Noval; Quinta dos Murças; Real Companhia Velha; Romaneira; Sogevinus; Sogrape; Vértice; Wine & Soul; Quinta do Passadouro; Taylor’s.
 
Prova Comentada | À Descoberta do Vinho do Porto | 15h30-16h30
Duorom Vintage 2007; Burmester LBV 2009; Santa Eufémia 40 anos; Real Companhia Velha 30 Anos; Bulas 20 Anos; Taylor’s 20 anos; Porto Quinta de Ervamoira 10 anos; Quinta da Romaneira 10 Year Old Tawny.
 
Prova Comentada | Uma Viagem pelo Douro | 17h30-18h30
Cedro do Noval; Compota Touriga Nacional; Crasto Reserva; DFE Signature; Murças Reserva; Papa Figos; Pintas Character; Quanta Terra Grande Reserva; Vértice Millésime.
 
SÃO PAULO – 25 de Novembro
Pullman Vila Olímpia – Caesar Business Faria Lima
Rua Olimpíadas, 205
04551 – 000 São Paulo / Brasil
Av. Vieira Souto, 460
22430 – 006 Rio de Janeiro / Brasil
Horário Prova Livre – 15h / 20h
Horário Master Class – 15h30 / 16h30 e 17h30 / 18h30
Mais informação: CH2A Comunicação admch2a@gmail.com
 
Prova Livre | 15h00-20h00
Vinícolas – Adriano Ramos Pinto; Bulas; Casa Santa Eufémia; Douro Family Estates; Douro Prime; Duorum Vinhos; Pedro Carvalho; Quinta do Crasto; Quinta do Noval; Quinta dos Murças; Real Companhia Velha; Romaneira; Sogevinus; Sogrape; Taylor’s; V. Leite de Faria; Vértice; Quanta Terra; Wine & Soul; Quinta do Passadouro.
 
Prova Comentada | À Descoberta do Vinho do Porto | 15h30-16h30
Duorom Vintage 2007; Burmester LBV 2009; Santa Eufémia 40 anos; Real Companhia Velha 30 Anos; Bulas 20 anos; Taylor's 20 anos; Quinta da Ervamoira 10 anos; Quinta da Romaneira 10 anos; Crasto Porto Vintage; Pintas 10 Anos.
 
Prova Comentada | Uma Viagem pelo Douro | 17h30-18h30
Cedro do Noval; Compota Touriga Nacional; DFE Signature; Gloria Reserva; Inquieto Touriga Nacional; Murças Reserva; Papa Figos; Quanta Terra Grande Reserva; Vértice Millésime.

Estratégia, Mercados e Objectivos dos Vinhos Portugueses


Estratégia, Mercados e Objectivos é o tema da edição de 2014 do Fórum Vinhos de Portugal, que será promovido pela ViniPortugal no próximo dia 26 de Novembro, no Hotel Palace da Curia.

A edição deste ano contará com a participação especial de três convidados especiais: o Presidente do Turismo de Portugal, João Cotrim de Figueiredo, que abordará “A Importância do vinho na promoção do Turismo”, e o Presidente da Vertumne Internacional, que discutirá“ Promoção genérica como complemento da promoção das marcas privadas”. Uma palestra que lançará o mote para a mesa redonda, na qual participarão os vários presidentes das Comissões Vitivinícolas, nomeadamente Alentejo, Bairrada, Dão, Lisboa, Tejo, Setúbal e Vinhos Verdes. Assim como de Licínio Cunha, Secretário de Estado de Turismo no Governo de Cavaco Silva, que comentará “ O papel do Turismo na promoção do vinho português.”

O painel da manhã contará ainda com a abordagem da “Posição concorrencial dos vinhos portugueses em mercados sob observação”. Suíça, Rússia, Polónia, Coreia do Sul e Moçambique serão os mercados que estarão no centro desta análise. De tarde será exposto o Plano Estratégico para os Vinhos de Portugal. 

Embora a participação no Fórum seja gratuita exige inscrição, que deve ser efectuada até ao dia 24 Novembro no site da ViniPortugal www.viniportugal.pt. O almoço carece confirmação e tem um custo associado de 10€.

Largo do Paço revalida Estrela Michelin


O restaurante Largo do Paço, do hotel Casa da Calçada Relais & Chateaux, mantém em 2015 a Estrela atribuída pelo conceituado Guia Michelin.

O restaurante, inserido no Hotel Casa da Calçada, em Amarante, e liderado pelo Chefe Vitor Matos, revalida a exclusividade e excelência da sua cozinha, distinguida desde 2005 pelo afamado guia francês da mais alta gastronomia.

Com influências mediterrânicas e apresentando-se como uma mescla entre a tradição e as novas tendências gastronómicas, a cozinha do Largo do Paço, conduzida pelo Chefe Vitor Matos, prima pela utilização de produtos da época, genuínos e frescos, potenciando o paladar mais autêntico e memorável de cada prato.

A revalidação do título foi anunciada durante uma cerimónia que decorreu em Marbella, Espanha. A par do restaurante Largo do Paço foram distinguidos com Estrelas Michelin mais 14 restaurantes portugueses.

As mais recentes distinções do Largo do Paço
Certificado de Excelência 2014 * TripAdvisor
Melhor restaurante da Europa * Guia European 50 Best.com
Dois Sóis * Guia Repsol 2014
Garfo de Ouro * Guia Boa Cama Boa Mesa do Expresso
Estrela Michelin * Guia Michelin

sexta-feira, 21 de Novembro de 2014

Natal é ouro puro com Cachaça 51 Gold


Este Natal é puro ouro com a Cachaça 51 Gold, distribuída em Portugal pela Viborel SA, uma cachaça obtida através de matérias-primas seleccionadas e elaborada através de rigorosos processos com a qualidade e excelência a que a marca 51 é fiel.
Cachaça 51 Gold é uma bebida sofisticada com grande riqueza aromática, cor profunda, brilhante e maior suavidade no paladar, characterísticas essas que igualmente diferenciam a marca, mesmo em relação à Cachaça 51 Branca.
Perfeita para consumir pura ou conferir sabor e imaginação aos seus cocktails, a Cachaça 51 Gold foi concebida para satisfazer os consumidores e palatos mais exigentes e requintados. É um produto obtido através de matérias-primas seleccionadas, e produzidas, com os mesmos rigorosos processos de qualidade da Cachaça 51, para apreciar um produto mais que especial.
Cachaça 51 conta com 50 anos de história, e encontra em Portugal o quinto mercado mundial. Blend de cachaças envelhecidas em barris de carvalho, a 51  Gold destaca-se da tradicional  Cachaça 51 pela riqueza aromática de frutas e madeira. O brilho âmbar e a maciez no paladar, com notas de baunilha e mel,  transmitem harmonização  e sofisticação.  

Com 38%  volume alcoólico é distribuída em garrafas de 70 cl, em super, hipermercados, lojas especializadas e garrafeiras. Ideal para beber pura gelada ou em cocktails, incluindo a famosa Caipirinha, ideal para celebrar o Natal e o Ano Novo que se aproximam a passos largos.

PVP: 10,49
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...